Chuva volta a paralisar colheita da soja
CI
Imagem: Nadia Borges
COTAÇÕES

Chuva volta a paralisar colheita da soja

O Paraná teve dia de maior positividade nos preços, com negócios paralisados
Por: -Leonardo Gottems

A colheita da soja no estado do Rio Grande do Sul foi paralisada pela chuva novamente, no aguardo do levantamento de safra, de acordo com informações divulgadas pela TF Agroeconômica. “Na quinta-feira espera-se o levantamento de safra da Emater-RS, de forma que saberemos de quanto foi o avanço neste último período de colheita. Ademais, o mercado trouxe uma dinâmica mais estável e não houve venda de volumes no dia de hoje”, comenta.

“No interior, após bastante volatilidade dos dias anteriores, passa por momento mais calmo. A valorização de Chicago (+0,40%) anulou, mais uma vez, a força de perda do dólar (0,44%), mas no geral todos os movimentos foram mais fracos hoje, o que causou esta anulação de força vista na tabela acima. Ijuí, Cruz Alta e Santa Rosa seguem a R$ 195,00 e Passo Fundo segue a R$ 194,00”, completa.

Em Santa Catarina os preços seguem estáveis, sem nada de negócios. “Em SC a situação segue sem mudança, poucos movimentos nos preços quando tem e praticamente sem negócios. Os preços seguem se mantendo sempre em fixas inferiores a esperança do produtor, ainda se fala de vendas a R$ 200,00, o que é uma possibilidade, mas repleta de insegurança com as idas e vindas de Chicago. Ademais, a colheita ainda não acabou e segue sendo uma das preocupações do produtor, não está distante do final, mas segue tendo relevância em meio a hierarquia de afazeres”, indica.

O Paraná teve dia de maior positividade nos preços, com negócios paralisados. “No interior, subidas semelhantes para quase todas as posições interioranas, Cascavel, Maringá e Pato Branco se valorizaram em R$ 1,00/saca, o que elevou os preços respectivamente a R$ 178,00, R$ 178,00 e R$ 177,00. Ponta Grossa, por outro lado, com sua costumeira proximidade com o porto passou por um dia sem variações e permaneceu a R$ 193,00”, conclui.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.