Chuvas irregulares atrasam plantio de soja em MT

Agronegócio

Chuvas irregulares atrasam plantio de soja em MT

Da área prevista para esta safra, 1,4 por cento das lavouras já estão semeadas
Por:
1599 acessos
O plantio de soja em Mato Grosso, maior Estado produtor do Brasil, está 7,23 pontos percentuais atrasado em relação ao início de outubro de 2012, em meio a chuvas irregulares na região, informou na sexta-feira um órgão de pesquisa.

Da área prevista para esta safra, 1,4 por cento das lavouras já estão semeadas, contra 8,6 por cento em 4 de outubro do ano passado, disse o Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea).

As chuvas na região têm sido irregulares, o que atrapalha o plantio, disse a Somar Meteorologia.

"Os produtores estão bastante preocupados. As chuvas mais regulares vão chegar apenas em meados deste mês", disse o agrometeorologista Marco Antônio dos Santos.

Após o período de seca do meio do ano, os agricultores do Centro-Oeste esperam o início da temporada de chuvas, a partir de meados de setembro e outubro, para que as lavouras tenham a umidade necessária para garantir o desenvolvimento das sementes.


A pressa é maior para os produtores de Mato Grosso que planejam plantar algodão imediatamente após a soja. A oleaginosa precisaria ser plantada até este sábado, permitindo a colheita a tempo de que sejam aproveitadas as condições ideais para a semeadura do algodão, lembrou Santos.


A projeção do Imea é de que sejam plantados, ao todo, 8,277 milhões de hectares com soja em Mato Grosso, com colheita de 25,28 milhões de toneladas, cifras recordes.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink