Chuvas na Argentina comprometem farelo mundial

FUNDAMENTOS

Chuvas na Argentina comprometem farelo mundial

"Se a safra voltar a ter redução, ainda que menor, certamente irá afetar o fornecimento"
Por: -Leonardo Gottems
924 acessos

A Associação da Cadeia de Soja Argentina (ACSOJA) expressou sua preocupação pelos danos provocados pelo excesso hídrico no país vizinho. “Fortes chuvas e alagamentos de campos e rodovias afetam seriamente as regiões agrícolas das províncias de Chaco, Corrientes, Entre Rios, Buenos Aires e Santa Fé, entre outras regiões do país, reduzindo consideravelmente a superfície de plantio e pondo em perigo a expectativa de colheita”, segundo a ACSOJA.

De acordo com Luiz Fernando Pacheco, os problemas da soja na Argentina afetam o Brasil via farelo: “A Argentina é o maior exportador de farelo e de óleo de soja do mundo. Se a safra de soja no país voltar a ter redução, ainda que menor do que a do ano passado, certamente irá afetar o fornecimento de farelo no mercado internacional”. 

“Um analista de Chicago já comentou que, se isto ocorrer, é possível que os preços do farelo subam muito e arrastem consigo os preços da soja. Então, o acompanhamento da safra de soja argentina é muito importante para a previsão da tendência dos preços da soja daqui para a frente”, alerta o especialista da T&F Consultoria Agroeconômica.

PREVISÃO DO TEMPO

Os mapas climáticos trazem um padrão de chuvas ainda mais intensas para o “Médio Norte” da Argentina durante os próximos 15 dias. Para o Brasil, uma massa de ar quente de alta pressão se mantém estabelecida sobre o noroeste brasileiro, com a possibilidade da expansão nos últimos dias de janeiro e início de fevereiro. 

“De maneira geral, as projeções para a segunda quinzena de janeiro estão longe do ideal para uma reta final de safra. Algumas áreas locais que já sofrem com a falta de precipitações continuarão no mesmo cenário, com a possibilidade da intensificação das temperaturas”, afirma a Consultoria AgResource.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink