Cientistas descobrem o "mapa" genético do morango

PESQUISA

Cientistas descobrem o "mapa" genético do morango

"Sem o genoma, estávamos voando às cegas"
Por: -Leonardo Gottems
557 acessos

Uma equipe internacional de cientistas liderada pela Universidade da Califórnia, Davis e Michigan State University, nos Estados Unidos, deu um passo que poderia permitir que os criadores desenvolvessem e cultivassem um morango para atender as principais necessidades dos consumidores. Além disso, eles afirmaram que é necessário que os produtores também aumentem os seus lucros. 

Eles sequenciaram e analisaram o genoma do morango cultivado, que fornecerá um mapa genético para ajudar a selecionar com mais precisão as características desejadas. O estudo foi publicado em 25 de fevereiro na revista Nature Genetics. "Sem o genoma, estávamos voando às cegas", disse Steven Knapp, professor de ciências de plantas e diretor do Programa de Melhoria da Morango da Universidade da Califórnia. "Era como ter uma biblioteca de livros, mas todas as páginas dos livros estavam em branco", completa. 

Os Estados Unidos são o maior produtor mundial de morangos e quase 90% deles são cultivados nos climas frios e costeiros da Califórnia. Os produtores estão constantemente lutando para combater doenças como murcha de fusário, murcha de Verticillium e macrophynx sem ter que usar pesticidas. 

O genoma reunido permitirá aos cientistas identificar genes específicos que podem proteger a planta contra doenças. Morangos também podem ter doenças que podem envolver vários genes diferentes, semelhantes a doenças complexas em humanos e o sequenciamento do genoma ajudará a desvendar essa complexidade. 


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink