Cima reduz oferta da cenoura em abril

Cenoura

Cima reduz oferta da cenoura em abril

Clima quente e chuvoso segue afetando a produção de cenouras em São Gotardo
Por:
139 acessos

O clima quente e chuvoso segue afetando a produção de cenouras em São Gotardo (MG). Problemas com "mela" e nematoides, recorrentes em março, diminuíram, mas, agora, produtores mineiros relatam alta incidência de pintas e/ou manchas nas raízes. Deste modo, segundo colaboradores do Hortifruti/Cepea, os descartes continuam elevados, reduzindo a oferta disponível. Na parcial de abril (1° a 25), a média de preços da caixa de 29 kg "suja" é de R$ 34,70, 6% superior à de março, quando as cotações já estavam em patamares elevados.

Nesse cenário, após o beneficiamento, a venda de lavadas está maior neste mês. Além disso, as manchas são observadas apenas quando as cenouras passam pelo lavador, o que dificulta a comercialização de "sujas". No geral, há maior proporção de cenouras com menor calibre. O motivo é que, com as altas temperaturas, o ciclo vegetativo diminui, afetando a produtividade e o desenvolvimento secundário das raízes, responsável por aumentar o calibre. Este contexto amplia o descarte das cenouras que não são escoadas, devido ao volume excessivo do tipo "A".


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink