Cinco estados começam a vacinar seus rebanhos contra a febre-aftosa

Agronegócio

Cinco estados começam a vacinar seus rebanhos contra a febre-aftosa

O programa pretende livrar todo rebanho brasileiro da doença até o final de 2006
Por:
38 acessos

Os estados de Alagoas, Paraíba, Pernambuco, Rio Grande do Norte e Roraima começam, no próximo dia 1º, mais uma etapa do Programa Nacional de Erradicação da Febre Aftosa. O programa pretende livrar todo rebanho brasileiro da doença até o final de 2006. Cerca de cinco milhões de cabeças de gado serão imunizados nos próximos trintas dias.

A primeira etapa de 2005 da campanha de vacinação para erradicação da febre Aftosa no Rio Grande do Norte será lançada nesta sexta-feira, às 16h, com a inauguração da Unidade Local de Sanidade Animal e Vegetal (Ulsav) na cidade de Currais Novos, pela governadora Wilma de Faria, durante a instalação de seu governo itinerante naquela cidade. O Rio Grande do Norte é um dos estados executores do projeto Brasil Livre da Aftosa, lançado em outubro, na cidade de Parnamirim, pelo ministro da Agricultura, Roberto Rodrigues.

A Ulsav de Currais Novos é a terceira de uma rede de seis novas unidades implantadas e equipadas em parceria com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), que destinou R$ 450 mil para a a aquisição de mobiliário, equipamentos de informática, veículos oficiais e custeio da defesa animal potiguar. O rebanho bovino potiguar possui 850 mil cabeças e na segunda etapa da campanha de 2004 foi registrado o índice de vacinação de 82% do rebanho, baseado na venda da vacina no comércio.

Em Roraima, a vacinação começa no dia 05/04 na propriedade Porto Velho, a 160 km da capital Boa Vista. A solenidade contará com a presença do Governador do estado, Ottomar Pinto, além de autoridades locais, técnicos e associações de classe. “Pretendemos imunizar acima de 80% do nosso rebanho, que hoje é de 450 mil cabeças”, afirmou o superintendente Federal de Agricultura do estado (SFA), Gelb Platão. Segundo Platão, será veiculada campanha nas rádios e haverá distribuição de cartazes e folhetos incentivando a os criadores a vacinar o rebanho.

Na Paraíba, a campanha foi lançada no último dia 27 durante a Paraíba Agronegócio, maior feira agropecuária do estado. De acordo com chefe da Divisão Técnica da SFA estadual, Gesseraldo de Souza, os estabelecimentos que comercializam a vacina já foram cadastrados o que garante o estoque do produto para campanha. Segundo ele, a meta é vacinar aproximadamente 80% das 950 mil cabeças de gado do estado. Atualmente, a Paraíba tem status de risco desconhecido da doença.

Com rebanho de 1,5 milhão de animais, Pernambuco pretende vacinar todo o rebanho. Para isso, a SFA fechou parceria com as prefeituras e com a Secretaria Estadual de Agricultura. “Alcançamos 83% de animais imunizados em 2004. Para este ano, nosso objetivo é chegar a 100%”, afirmou o chefe da Seção de Sanidade Animal da Superintendência, Luís de Carvalho Correia.

Para ações de combate à febre aftosa em todo o território nacional, o ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Roberto Rodrigues, destinou este ano R$ 65,3 milhões. O volume de recursos é 114% superior aos R$ 30,5 milhões destinados pelo governo federal ao combate da doença no ano passado. “A vacinação é a única forma de eliminar a febre aftosa no Brasil. Por isso, é muito importante que todos os animais sejam imunizados”, afirma Rodrigues. Atualmente, mais de 85% das quase 195 milhões de cabeças do gado brasileiro estão em zonas livres da aftosa com vacinação.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink