Circuito Pecuário na Intercorte destaca desafios do setor produtivo

Agronegócio

Circuito Pecuário na Intercorte destaca desafios do setor produtivo

Palestrante José Luiz Tejon foi atração
Por:
696 acessos

 

“O produtor do futuro é um gestor de dados e decisões e, por isso, precisa estar em permanente evolução, se renovando e aprendendo sempre. Além disso, a economia global exige que o agronegócio tenha cada vez mais precisão e eficiência para acompanhar a demanda da sociedade por produtos e serviços”. A afirmação feita pelo palestrante José Luiz Tejon, na 4ª edição do Circuito Pecuário do Sistema Famasul – Federação da Agricultura e Pecuária de MS resumiu os conteúdos debatidos nesta quarta-feira (20), durante o primeiro dia do Circuito Intercorte, realizado no Centro de Convenções Albano Franco.

Com o tema ‘Os desafios dos produtores rurais. O presente é o resultado do futuro’, o especialista em comunicação apresentou os principais desafios que o empresário do campo enfrenta para aperfeiçoar sua produção e se manter no mercado. “Ninguém vai para o futuro sozinho então, a palavra de ordem é o associativismo, dando enfoque ao trabalho cooperado e organizado. Outro entrave que temos de vencer é a questão da logística que vai muito além de estradas, ferrovias e portos. Para que o setor conquiste maior velocidade de informação e gestão é necessária a melhoria do sistema de telecomunicação em todos os cantos do país”, argumentou Tejon.

Para o presidente do Sistema Famasul, Mauricio Saito, a participação da comunidade nas etapas do circuito pecuário reforçam o interesse de produtores, pesquisadores e acadêmicos em buscar informações sobre o setor que sustenta a economia do país. “O evento promovido pela Federação já esteve em Camapuã, Paranaíba e Nova Andradina. Agora, depois de Campo Grande, os próximos itinerários devem ser Corumbá e região sul do estado. Agradecemos a participação do nosso palestrante por trazer tanta informação ao público e reforçamos nosso compromisso institucional de compartilhar e promover capacitação a todos os atores envolvidos no setor agropecuário”, observou. 

Saito aproveitou a oportunidade para agradecer a presença da diretoria do sistema Famasul, representantes do setor agropecuário e dos sindicatos rurais dos municípios de: Anaurilândia,  Bandeirantes, Bataguassu, Campo Grande, Corumbá, Camapuã, Ivinhema e Novo Horizonte do Sul, Miranda e Três Lagoas.

Opinião de quem entende - Na avaliação da produtora rural Dora Bileco que assistiu a palestra, o evento de uma forma geral (Intercorte) trouxe muita informação e tecnologia sobre o setor pecuário, o que é fundamental em tempos de mercado competitivo. “Estou satisfeita com o conteúdo apresentado aqui e percebo o aumento da participação de público. Isto é importante para dar visibilidade à agropecuária e o conhecimento para sociedade, sobre a importância do setor produtivo. Neste sentido, entidades como a Famasul e o Senar suprem a necessidade de atualização dos produtores oferecendo eventos como este”, ressaltou. 

Entre as várias reflexões apontadas pelo comunicador, o enfrentamento de crises foi uma das considerações que melhor conceituam o atual momento econômico. “Não devemos temer a crise, pois, é um processo que faz parte da história evolutiva da humanidade. Vários períodos da história foram marcados por grandes transformações e, apesar dos infortúnios que a população brasileira enfrenta, temos a comprovação que continuamos a crescer. E o melhor exemplo que podemos apresentar vem do agronegócio”, concluiu.
 

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink