Citros

CITROS/CEPEA: Tahiti registra 2ª maior média para um mês de abril

Contrário do esperado por agentes, a disponibilidade de lima ácida tahiti está controlada no estado de SP em patamares mais elevados
Por:
228 acessos

Ao contrário do esperado por agentes, a disponibilidade de lima ácida tahiti está controlada no estado de São Paulo, e os preços, em patamares mais elevados. A média da fruta na parcial de abril (até o dia 26) é a segunda maior para o mês, em termos nominais, considerando-se a série histórica do Cepea, iniciada em 1996 para a tahiti. Segundo colaboradores do Cepea, agentes esperavam que a colheita das frutas provenientes de segunda florada elevasse a disponibilidade de tahiti no mercado de mesa em abril.

Contudo, o baixo índice pluviométrico no cinturão citrícola no primeiro bimestre atrasou o desenvolvimento da variedade, aumentando o tempo de permanência das frutas nos pés. Assim, na parcial desta semana (de segunda a quinta-feira), a variedade registrou média de R$ 19,22/cx de 27 kg, colhida, 7,8% superior à do período anterior. Na parcial de abril, a média da variedade é de R$ 18,21/cx de 27 kg, colhida, alta de 31,4% em relação a março e de 22% no comparativo com abril/17, em termos nominais.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink