Clima afeta qualidade do café em Uganda

Agronegócio

Clima afeta qualidade do café em Uganda

Por:
252 acessos

O maior produto na pauta de exportação de Uganda, o café, foi atingido por uma onda de mau tempo, o que levou a uma queda no volume produzido e afetou a qualidade de café produzido. Com isso, especialistas afirmam que as receitas previstas em maio e junho com as exportações podem ser afetadas, visto que cafés com qualidade inferior perdem os prêmios que normalmente obteriam.

Em um novo relatório para o mês de maio, Autoridade para o Desenvolvimento Cafeeiro (UCDA, em inglês) confirmou a queda de 5,7% na quantidade de Robusta disponível, para 1,6 milhões de sacas, após quatro meses de seca atingir regiões produtoras de café.

Uganda é o Segundo maior produtor de café, logo atrás da Etiópia, e o maior produtor da variedade robusta.

Dessa forma, o país enfrenta um pesadelo nos mercados, visto que a maioria dos lotes ficaram prejudicados e seu preço no mercado internacional diminuirá.

“O tempo prejudicou nossa qualidade. Por isso não podemos exportar a quantidade desejada e aqueles que tinham estoques também sofreram, pois os preços estão consideravelmente mais baixos”, disse um exportador.

Apesar da queda nos volumes de maio, o acumulado de oitos meses registra alta de 0,37% nas exportações, em relação ao mesmo período do ano passado.

“O valor correspondente, entretanto, caiu 16,4%, de US$242,4 milhões para US$ 202,8 milhões”, afirmou o relatório.

As informações partem do Agrocim/CIC.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink