Clima eleva preço dos grãos


Agronegócio

Clima eleva preço dos grãos

Por:
2 acessos

O clima chuvoso registrado nas regiões produtoras dos EUA, que está prejudicando o plantio de trigo, provocou aumento dos preços do grão no pregão de ontem em Chicago. Os contratos para julho fecharam a 301,75 centavos de dólar por bushel (US$ 110,87 a tonelada), alta de 2,9% no dia. O intenso movimento de compras especulativas por parte dos fundos contribuiu para o aumento das cotações pelo terceiro pregão consecutivo.

O mercado aguarda o relatório semanal sobre as exportações norte-americanas que será divulgado hoje pelo Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA). A expectativa é que as vendas externas se situem entre 400 e 600 mil toneladas na semana encerrada em 1 de maio. Na semana anterior as vendas se situaram em 427,7 mil toneladas.

De acordo com traders a demanda está bastante aquecida e é grande a probabilidade de que as vendas norte-americanas oscilem em 500 mil toneladas de trigo nas próximas semanas.

Milho e soja

Também pressionados pelo atraso no plantio, em decorrência das adversidades climáticas, os preços futuros do milho também foram valorizados no pregão de ontem da bolsa de Chicago. Os contratos para julho foram cotados a 242,50 centavos de dólar por bushel (US$ 95,47 por tonelada) em alta de 2,1% no dia. É provável que o milho ceda espaço para o cultivo de soja ou de trigo de inverno, ou até mesmo que a produtividade das áreas que já foram semeadas seja comprometida pelas chuvas.

A meteorologia prevê chuvas fortes até o final desta semana na área que compreende o cinturão de milho dos EUA.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink