Clube da Soja FMC aborda necessidade de união do setor
CI
Agronegócio

Clube da Soja FMC aborda necessidade de união do setor

Encontro foi realizado de 8 a 11 de maio, no litoral sul de São Paulo
Por:
Com o tema “Juntos, Refletimos Valor”,  mais de 280 produtores rurais, que respondem por uma área de 3,7 milhões de hectares de soja e 1,8 milhão de hectares de milho,  participaram da terceira edição do Clube da Soja promovido pela FMC durante 8 a 11 de maio, no Hotel Sofitel Jequitimar, no Guarujá (SP). Os principais temas recentes envolvendo a cadeia produtiva de grãos foram apresentados por especialistas e associações renomadas do setor. O evento contou com o apoio da Case IH e Aprosoja.


Valores como Sustentabilidade, Pessoas, Conhecimento e Produtividade foram abordados pelos Diretores da companhia e o Presidente da FMC Corporation América Latina, Antônio Carlos Zem, destacou a importância do evento para o setor. “Os nossos valores refletem em nossos clientes e todos que estão aqui tem uma história de grandes resultados a compartilhar. Eu não falo apenas do financeiro, mas sim de quem deixou um legado ao futuro. Para os nossos clientes, os resultados são: mais toneladas por hectare colhido e a contribuição para o agronegócio nacional e nós investindo em novas tecnologias para atuarmos juntos nesse desafio”, destaca Zem.
 
PROGRAMAÇÃO – 9/maio
 
O Diretor de Negócios Brasil da FMC, Walter Costa, abordou “O Valor da Marca FMC” comentando sobre exponencial crescimento da companhia no mercado e a evolução no segmento de grãos com investimentos em novas tecnologias “um dos nossos principais valores de marca é o reflexo da satisfação dos nossos clientes principalmente com a entrega de produtividade das nossas soluções. Crescemos 21% nos últimos 10 anos, quase o dobro do crescimento do mercado”, destacou.
 
Já o presidente da Aprosoja Brasil, Glauber Silveira, apresentou “O Valor da União”, reforçando a importância da aliança dos produtores e todos os elos da cadeia em prol de melhorias no setor. "O maior desafio das associações de classe é unir o produtor rural. Temos em mãos o alimento, mas não sabemos o tamanho desse poder. Unidos aprovaríamos qualquer questão de nosso interesse", disse Silveira. Glauber ainda comentou sobre a Lei dos Caminhoneiros e MP dos Portos.

 
“Logística : O valor da cadeia de abastecimento”, foi abordada pelo consultor e especialista em finanças públicas, Raul Velloso, que teve como debatedores o deputado Federal, Arnaldo Jardim, o CEO da Hidrovias do Brasil e o presidente da Aprosoja-MT, Carlos Fávaro com a mediadora a jornalista Sônia Bridi. Todos entraram em um consenso de que é necessário que o País tenha percepção adequada da importância da agricultura para haver os devidos investimentos.
 
No segundo painel, foi debatido “O Valor da Sustentabilidade: Pagamentos por Serviços Ambientais” com o diretor executivo da Biofílica Investimentos Ambientais, Plínio Aguiar Ribeiro, com os debatedores Arnaldo Jardim, gerente de projetos da The Nature Conservancy (TNC), Claudio Klemz e o diretor executivo da Aprosoja, Marcelo Duarte Monteiro e teve como mediador o especialista em agronegócio e bioenergia, Marcos Jank. Foi identificado que é preciso que mais uma vez o setor se organize para agregar valor às áreas ambientais de conservação e preservação.
 
No último painel do dia, o coordenador do Centro de Agronegócios da Fundação Getúlio Vargas, Roberto Rodrigues apresentou “O Valor do Setor”. Os debatedores foram Plínio Aguiar Ribeiro (Biofílica), Raul Velloso, Antônio Carlos Zem (FMC), Glauber Silveira (Aprosoja Brasil) e Carlos Fávaro (Aprosoja-MT), Rodrigues propôs a criação de um documento reivindicando os interesses prioritários e urgentes do setor para ser entregue ao Congresso Brasileiro e  sociedade, envolvendo as entidades de classe, especialistas, empresas do setor e os produtores rurais.

 
PROGRAMAÇÃO  - 10/maio
 
O sócio diretor da Agroconsult, André Pessoa, comentou sobre “O Valor da Informação” citando os cenários, logísticas e tendências da agricultura corporativa. Pessoa explicou o panorama dos últimos dez anos para soja, milho, tecnologia, a diferença entre Estados Unidos e Brasil, detalhou os modelos de negócios do Brasil e apresentou a expectativa de crescimento dessas culturas para o País.
 
No painel “Iniciativas para o Manejo da Helicoverpa”, teve como palestrante o pesquisador e Entomologista (UFG/MS), Paulo Eduardo Degrande e os debatedores foram Cósam de Carvalho Coutinho, o diretor do Departamento de Sanidade Vegetal (DSV/DAS) e coordenador do Grupo de Gerenciamento de Risco da Helicoverpa (fazem parte: Embrapa, Abrapa, Abapa, Aprosoja e Abin), Daniel Ricardo Sosa-Gomez, pesquisador e entomologista da Embrapa Soja e Nery Ribas, diretor técnico da Aprosoja-MT.  Na apresentação foram abordados o prejuízo ocasionado pela helicoverpa nas lavouras do Brasil e orientações aos produtores para o melhor manejo e controle em um sistema sustentável.
 
FERTÍS FMC
 
No evento, a FMC lançou a linha Fertís FMC para Nutrição de Plantas, ampliando seu portfólio. Com o lançamento do novo negócio, a empresa passa a acessar um mercado de mais de U$ 1 bilhão no Brasil, com grandes perspectivas de crescimento. Por meio do acordo com a americana Cytozyme, a FMC incluirá em seu já amplo portfólio uma linha de fertilizantes especiais para aplicação foliar, via solo e tratamento de sementes, denominada FERTÍS FMC, que conta com os produtos CROP FERTÍS FMC, SEED FERTÍS FMC, NUTRI FERTÍS FMC, K-HUMATE FERTÍS FMC, e outros que serão lançados ainda em 2013 e 2014.

 
“Hoje, a agricultura brasileira, assim como a mundial, com a escassez de terras e problemas climáticos mais constantes, necessita de ferramentas que lhe possibilitem o incremento da produtividade das culturas”, conceitua o diretor, que tem o suporte técnico de Chryz Melinski Serciloto – doutor em Fisiologia e Nutrição de Plantas. “Diante disso a FMC vê como uma grande oportunidade entrar neste mercado com soluções inovadoras que permitam gerar benefícios para seus clientes, com um portfólio completo de soluções para tratamento da lavoura”, justifica.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.