Clube do Galope de Turmalina investe em agricultura de precisão

Agricultura

Clube do Galope de Turmalina investe em agricultura de precisão

Cidade de Turmalina e o Vale do Jequitinhonha receberam seu primeiro curso de GPS do Senar Minas
21 acessos

A cidade de Turmalina e o Vale do Jequitinhonha receberam seu primeiro curso de GPS do Senar Minas. Doze pessoas foram certificadas no evento. O curso contou com a parceria do Clube do Galope de Turmalina. Foram 16 horas de aulas, conduzidas pelo instrutor Ricardo Tuller Mendes, que levou para sala de aula o conceito e as atualidades da agricultura de precisão e técnicas da aplicação do Sistema Global de Navegação por Satélite (GNSS) na agricultura e seu funcionamento.

O equipamento utilizado durante as aulas foi o receptor de sinal GPS. A parte teórica foi no Centro Educacional Mestra Joana Lopes e a prática no Haras Orsine, onde os participantes aprenderam medições de áreas, formação de grades amostrais para coleta de dados mais precisos, além de receberem orientações sobre o processo de georreferenciamento, orientação do operador da origem ao destino e transferência de dados para um software.

Dulcineia Cordeiro, presidente do Clube do Galope de Turmalina, avaliou o uso do GPS uma iniciativa de grande relevância para o meio rural. “Os produtores poderão acompanhar melhor suas propriedades, de maneira mais detalhada, corrigindo em tempo hábil qualquer impacto na produção ou no meio ambiente”.

Ainda de acordo com Dulcineia, a turma se mostrou satisfeita com os conhecimentos e sobretudo com a metodologia e as dinâmicas utilizadas pelo instrutor. “Os participantes elogiaram a maneira de ensinar do Ricardo. Segundo eles, durante as aulas, mesmo os que tinham pouca noção sobre o uso do GPS conseguiram acompanhar todas as explicações”, comentou.

Para Wander Magalhães, gerente regional do Senar Minas em Araçuaí, o curso dá conhecimentos que permitem ao produtor rural realizar um planejamento mais eficiente e tomar decisões para ações mais assertivas, maximizando sua rentabilidade e minimizando seus custos de produção. “Turma bem mobilizada, de perfil voltado para a utilização do GPS e de aproveitamento satisfatório na realização das tarefas propostas”, avaliou Wander. "É excelente a metodologia de ensino do Senar, onde as perguntas após cada conteúdo ensinado deixam os participantes mais atentos durante o curso, pois sabem que após cada assunto poderão ser questionados sobre o tema”, registrou o participante Aritana Castro Borges.

Já Ivan Vieira de Macêdo ressaltou a metodologia da teoria seguida da prática. "Foi interessante ter aprendido antes a teoria sobre as coordenadas e qual a utilização delas, para depois ir a campo fazer as medições”, explicou. “É gratificante poder transmitir o conhecimento e trocar experiências com os participantes, e ao final do treinamento constatar que eles compreenderam o conteúdo e já podem trabalhar com a ferramenta do GPS", disse o instrutor Ricardo Tuller.

Boas práticas de saúde, segurança no trabalho conforme a Norma Regulamentadora 31 e cuidados com o meio ambiente tambem foram temas trabalhados no treinamento.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink