CMN aprova programa Agricultura de Baixo Carbono (ABC)
CME MILHO (DEZ/20) US$ 4,090 (1,09%)
| Dólar (compra) R$ 5,61 (0,12%)


Agronegócio

CMN aprova programa Agricultura de Baixo Carbono (ABC)

O programa ABC faz parte das ações do Plano Agrícola e Pecuário 2010/2011
Por:
932 acessos

O Conselho Monetário Nacional (CMN) aprovou, nesta terça-feira à tarde (17), a instituição do Programa Agricultura de Baixo Carbono (ABC). A Resolução nº 3.896 (https://www3.bcb.gov.br/normativo/detalharNormativo.do?N=110072118&method=detalharNormativo) do Banco Central, que regulamenta o ABC, confirma os R$ 2 bilhões anunciados pelo ministro Wagner Rossi em junho, durante o lançamento do programa. Do total, R$ 1 bilhão será operado pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e o restante pelo Banco do Brasil.

De acordo com o diretor de Economia Agrícola do Ministério da Agricultura, Wilson Araújo, o próximo passo é a publicação de uma portaria do Ministério da Fazenda para autorizar a equalização dos juros do programa fixados em 5,5% ao ano. “Além disso, o BNDES irá enviar circular com as regras da linha de crédito para os agentes financeiros que vão operar os recursos”, afirma. A expectativa do ministério é que até o início de setembro os recursos estejam disponíveis para o produtor rural. O Banco do Brasil contrata o financiamento diretamente por meio de suas agências.

O programa ABC faz parte das ações do Plano Agrícola e Pecuário 2010/2011 e foi instituído para incentivar o uso de técnicas sustentáveis que tragam mais eficiência ao campo e permitam a redução da emissão dos gases de efeito estufa.

Anúncios que podem lhe interessar


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink