CMN aumenta prazo de entrega da análise de solo no âmbito do Proagro
CI
Agronegócio

CMN aumenta prazo de entrega da análise de solo no âmbito do Proagro

O prazo para entrega do resultado dessas análises ao agente financeiro foi fixado pelo CMN em até quatro meses após a data de apresentação protocolo
Por:

O Conselho Monetário Nacional (CMN) aprovou, nessa terça-feira (30), a Resolução 3.614, que autoriza o produtor a apresentar, ao agente financeiro do Proagro, protocolo de entrega de amostras do solo ao laboratório para análises físicas e químicas, em até seis meses, após o enquadramento das operações superiores a R$ 12 mil, contratadas no período de 1º de julho de 2008 a 30 de junho de 2009. O prazo para entrega do resultado dessas análises ao agente financeiro foi fixado pelo CMN em até quatro meses após a data de apresentação protocolo.

A exigência anterior era de entrega do resultado das análises no prazo de até quatro meses após o enquadramento da operação no Proagro. Com isso, o produtor ganhou, além de um novo prazo, a possibilidade de entregar, ao final dos seis meses, não o resultado da análise, mas apenas o comprovante de que encaminhou ao laboratório as amostras de solo.

Confira a íntegra da Resolução 3.614.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.