CMN eleva financiamento para capital de giro de produtores
CI
Agronegócio

CMN eleva financiamento para capital de giro de produtores

Conselho também libera mais R$ 600 milhões do Funcafé
Por:
Conselho também libera mais R$ 600 milhões do Fundo de Defesa da Economia Cafeeira (Funcafé)

O Conselho Monetário Nacional (CMN) aprovou na última quinta-feira (27-09) o limite de crédito para custeio para avicultores e suinocultores integrados de R$ 70 mil para R$ 150 mil por produtor. O financiamento de não integrados e pecuaristas de gado leiteiro passou de R$ 800 mil para R$ 1,2 milhão. A medida, encaminhada pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) visa a minimizar os problemas enfrentados pelos setores. O CMN ainda ampliou o limite de desconto de nota promissória rural pelos citricultores junto aos bancos.


Também foi aprovado pelo Conselho o voto referente ao café. Foram liberados mais R$ 600 milhões do Fundo de Defesa da Economia Cafeeira (Funcafé) para financiamento da estocagem de café. O Governo já havia liberado, em abril deste ano, R$ 900 milhões para que os cafeicultores pudessem custear as despesas de colheita. O objetivo, na oportunidade era o de evitar pressão nos preços do grão por conta da pressão de venda.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink