CMN vota normas para prorrogar dívidas agrícolas

Agronegócio

CMN vota normas para prorrogar dívidas agrícolas

O CMN analisa na quinta-feira o voto dos Ministérios da Agricultura e da Fazenda
Por: -Giuliano
103 acessos

O Conselho Monetário Nacional (CMN) analisará nesta quinta-feira (26-07) o voto dos Ministérios da Agricultura e da Fazenda que propõe a repactuação das dívidas agrícolas. O acordo foi fechado no último dia 11 com a subcomissão de política agrícola, endividamento e renda rural e depende de uma resolução do Banco Central para entrar em vigor.

De acordo com o deputado Luis Carlos Heinze (PP-RS), principal negociador do Grupo de Trabalho, a diretoria do conselho irá regulamentar o alongamento integral das parcelas de custeios prorrogadas das safras de 2003/04, 2004/05 e 2005/06 e do percentual das operações de investimentos que serão refinanciadas para 12 meses após a liquidação do contrato.

Heinze explica ainda que o CMN definirá regras para o reembolso dos bônus de 15% e 5% dos investimentos, para os produtores que já quitaram as prestações deste ano. "Quem pagou em dia tem direito ao rebate. Se não houver condições de devolução do dinheiro queremos que seja concedido um desconto no próximo ano", garante.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink