CNA propõe ao CNPq parceria em pesquisas na atividade agropecuária

Agronegócio

CNA propõe ao CNPq parceria em pesquisas na atividade agropecuária

Para o presidente da CNA, a pesquisa envolve questões importantes para o setor agropecuário
Por:
354 acessos

Para o presidente da CNA, a pesquisa envolve questões importantes para o setor agropecuário

O presidente da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), João Martins, propôs parceria com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) para intensificar o desenvolvimento de pesquisas e inovações na atividade agropecuária. O tema foi abordado em encontro inédito, nesta quarta-feira (10/08), com o presidente da instituição, Hernan Chaimovich, para estreitar o diálogo do setor produtivo com uma das principais entidades responsáveis por projetos de ciência e tecnologia no país.

“Pela dimensão e importância da atividade agropecuária, precisamos buscar cada vez mais parcerias com entidades de pesquisa”, justificou João Martins. Segundo ele, a pesquisa deve beneficiar principalmente os pequenos produtores para que estes produzam em escala comercial e possam ampliar a “classe média rural”, que ainda contempla um universo pequeno de produtores rurais. Hoje, dos cinco milhões de agricultores e pecuaristas, somente 300 mil respondem por mais de 80% da renda do setor. “Precisamos distribuir melhor a renda e massificar a classe média rural”, afirmou. 

Para o presidente da CNA, a pesquisa envolve questões importantes para o setor agropecuário. Entre eles estão a assistência técnica e a extensão rural, que poderiam proporcionar técnicas de melhoria da produção e produtividade. Há, ainda, o desenvolvimento de tecnologias para adaptar a atividade agropecuária a fatores climáticos como a seca no Nordeste e de plantas resistentes a pragas e doenças. Em momentos de crise econômica a pesquisa pode representar um diferencial importante para o sucesso da atividade agropecuária.

Já o presidente do CNPq, o bioquímico Hernan Chaimovich, apresentou ao presidente da CNA a relação de Institutos Nacionais de Ciência e Tecnologia (INCTs) ligados ao Conselho e os projetos desenvolvidos pelos seus pesquisadores em vários segmentos, incluindo o setor agropecuário. Entre as ações desenvolvidas por alguns destes institutos, estão programas de controle de infecção de plantas, melhoramento de citros e informação genética e sanitária na pecuária.

Participaram do encontro o superintendente técnico da CNA, Bruno Lucchi, o coordenador de Tecnologia da CNA, Reginaldo Minaré, e o secretário-executivo do SENAR, Daniel Carrara. Acompanhou o presidente do CNPq a diretora de Cooperação Institucional da instituição, Glenda Mezarobba.   

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink