Cofco não vê recuperação na safra de açúcar da Tailândia no curto prazo

RECUPERAÇÃO

Cofco não vê recuperação na safra de açúcar da Tailândia no curto prazo

Produção de açúcar da Tailândia na temporada 2019/20 deve cair 28% na comparação com o ano anterior
Por:
1398 acessos

A trading chinesa de commodities Cofco não vê uma recuperação na safra de açúcar da Tailândia no curto prazo, disse o diretor-gerente de “softs” da empresa, Marcelo de Andrade, durante evento do setor em Dubai.

A produção de açúcar da Tailândia na temporada 2019/20 deve cair 28% na comparação com o ano anterior, para uma mínima de nove anos de 10,5 milhões de toneladas, com a seca reduzindo a oferta de cana.

A menor produção deve limitar exportações do segundo maior exportador global, dando suporte aos preços globais do adoçante.

A trading de açúcar Alvean também disse que é muito cedo para dizer se a safra tailandesa terá uma recuperação na temporada 2020/2021.

“A temporada de plantio em algumas regiões passou e a falta de água afetou alguns desses plantios”, disse à Reuters o diretor comercial da Alvean, Mauro Angelo, nos bastidores da conferência em Dubai.

“Se ela se recuperar, não será muito”, afirmou ele.

Safras ruins na União Europeia, Tailândia, Índia e Estados Unidos ajudaram a apertar a oferta, e há expectativas generalizadas de que o mercado global terá um déficit em 2019/20.

O chefe da área de açúcar da Louis Dreyfus, Enrico Biancheri, disse que o mercado precisa de uma oferta maior do Brasil e que os preços devem seguir elevados, após o aperto na oferta ter levado as cotações para máximas de dois anos.

“Eu acredito que precisamos de mais produção no Brasil e que isso significa preços mais altos mesmo com os atuais preços do petróleo”, afirmou.

O Brasil, maior exportador global de açúcar e segundo maior produtor, deve produzir mais açúcar devido à alta dos preços, que torna mais lucrativa a fabricação do adoçante frente ao etanol.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink