Colheita da soja chega a 24% no MT
CI
Agronegócio

Colheita da soja chega a 24% no MT

Região oeste e médio-norte lideram volume colhido no Estado
Por:
Região oeste e médio-norte lideram volume colhido no Estado; Sapezal continua como o mais adiantado

Finalmente a colheita da soja referente à safra 2011/2012 ganhou ritmo em Mato Grosso com a redução na incidência de chuvas no interior do Estado. Em algumas regiões, o volume de grãos colhidos já passou de 30%. Os municípios de Sapezal e Sorriso continuam na dianteira. Levando em consideração a média estadual, conforme estimativa do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), até o dia 10 de fevereiro já foram colhidas 24,3% da área, equivalente a 1,690 milhão hectares do total de 6,958 milhões hectares plantados. Um avanço de 13,5 pontos percentuais em relação a semana anterior, até o dia 2 de fevereiro, quando 10,8%, igual a apenas 751 hectares haviam sido colhidos. Na comparação com mesmo período do ano passado, a evolução é de 13 p. p., já que na safra 2010/2011, até o dia 10 de fevereiro, apenas 10,9% da safra havia sido colhida no Estado. Estimativa do Imea é de que o avanço chegue a 30% (2,087 mil hectares colhidos) nesta semana. Em toneladas este percentual equivale a 5,32 milhões, equivalente a 24% do total de 22,162 milhões de toneladas que devem ser colhidas nesta safra em Mato Grosso.


A região oeste continua liderando o percentual de colheita, chegando a 33% do total de área que é de 963,83 mil de hectares. No dia 2 de fevereiro, apenas 18% havia sido colhido. Mantendo a tendência desde o início do ano, Sapezal foi o município que mais já retirou a soja do campo, alcançando o percentual de 48% da área colhida. No início do mês eram 48%.

O médio-norte aparece em segundo com 27,3% da área colhida em 10 de fevereiro, 17,3 pontos percentuais a mais que na semana anterior, quando apenas 10,9% da safra havido sido colhida. No total, foram plantados na localidade 2,704 milhões de hectares. Sorriso é o mais adiantado da região com 41%. Na lanterna está a região nordeste, com 18,3% da colheita concluída, de um total de 907,20 mil ha.


De acordo o gestor do Imea, Daniel Latorraca, as chuvas deram trégua na última semana, possibilitando aos produtores avançar na colheita. “Na região médio-norte, por exemplo, foram quatro dias consecutivos sem chuvas na semana passada, e os produtores colocaram as colheitadeiras em ritmo avançado de trabalho para driblar o atraso da outra semana”, explica.

Segundo Latorraca, se a clima continuar contribuindo, até o final desta semana a colheita deve avançar até os 30%, atingindo os 2,087 mil hectares colhidos. “Os produtores estão correndo para driblar a chuva e continuar o ritmo de colheita. Se o clima ajudar, e segundo as previsões é o que acontecer, vamos conseguir atingir os 30% colhidos até o fim desta semana”, estima.


Para o presidente da Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja-MT), o avanço é positivo e está bem acima da média da safra passada. “Estamos conseguindo colher mais antecipadamente do que no ano passado, e isso porque o clima este ano está colaborando mais do que no ano passado”, afirma.

MILHO

O plantio da 2º safra de milho chegou a 42%, igual a 925 hectares da área total de 2,203 mil hectares na semana passada, evolução de 30 pontos percentuais ante a semana anterior (até 2 de fevereiro), quando somente 11% (242 hectares) da área havia sido cultivada por milho no Estado.


Na comparação com igual período do ano passado, o avanço foi de 28,8 p. p., já que naquela época, 13,3% (292 hectares) de milho já estavam plantados.  Conforme explica o gestor do Imea, Daniel Latorraca, mais uma vez o clima é o principal contribuidor deste avanço. “Este ano o clima está contribuindo mais do que no ano passado, o que facilita muito a vida do produtor e antecipa também a colheita”.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.