Com agentes fora do mercado, ritmo de negócios do café diminui
CI
Café

Com agentes fora do mercado, ritmo de negócios do café diminui

Negócios envolvendo café estão lentos no mercado brasileiro, tanto para o arábica quanto para o robusta
Por:

Os negócios envolvendo café estão lentos no mercado brasileiro, tanto para o arábica quanto para o robusta. Segundo colaboradores do Cepea, além de boa parte dos produtores estar focada na colheita, o dólar mais fraco e a queda das cotações externas de ambas as variedades reforçaram a retração de agentes durante a semana. Para o arábica, especificamente, a queda dos futuros acabou pressionando os valores no mercado físico.

Assim, o Indicador CEPEA/ESALQ do arábica fechou a terça-feira, 19, a R$ 446,42/saca de 60 kg, queda de 1,9% em relação ao dia 12. Quanto ao robusta, o Indicador CEPEA/ESALQ do tipo 6 peneira 13 acima fechou a R$ 333,22/saca de 60 kg, queda de 0,6% na mesma comparação. Quanto à colheita da temporada 2018/19, as atividades começaram a ganhar ritmo no Brasil nos últimos dias, favorecidas pelo tempo mais firme. Nesse cenário, um maior volume de café novo deve começar a entrar no mercado.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink