Recorde

Com ajuda da soja, porto de Paranaguá atinge recorde

Além da soja, houve aumento de 70% na movimentação geral de óleo diesel
Por:
461 acessos

Um dos principais terminais embarcadores de grãos do Brasil, o Porto de Paranaguá, no litoral paranaense, atingiu novo recorde de movimentação de cargas no primeiro trimestre do ano, conforme dados do governo local. Entre janeiro e março de 2017, o porto movimentou 11,67 milhões de toneladas – 77 mil toneladas a mais que no ano passado.

A soja, principal ativo da economia agrícola paranaense, é responsável por boa parte do incremento dos negócios no terminal paranaense. Com 3,3 milhões de toneladas, as operações envolvendo a commodity crescem 17% em relação ao mesmo período de 2016. O Paraná é o segundo maior produtor de soja do país e neste ano observou forte aumento na produção, devido ao clima favorável às lavouras.

O desempenho positivo ocorre mesmo num momento em que a  safra brasileira de grãos ganha novos canais de exportação ao Norte do país. “Além de atender aquele usuário produtor agrícola que já conhecia Paranaguá, estamos conquistando a confiança de novos setores da economia. Investimos para nos modernizar e hoje estamos preparados para atender todos os mercados”, afirma o diretor-presidente da Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina, Luiz Henrique Dividino.

Além da soja, houve aumento de 70% na movimentação geral de óleo diesel, 62% na exportação de 25 mil veículos e alta de 18% na importação de fertilizantes, que chegou a 2,92 milhões de toneladas.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink