Com chuva no Brasil e seca na Índia, açúcar não para de subir

Agronegócio

Com chuva no Brasil e seca na Índia, açúcar não para de subir

As poucas chuvas na Índia continuam dando suporte às cotações do produto
Por:
363 acessos

Os preços futuros do açúcar voltaram a fechar com forte alta ontem, mantendo o maior patamar dos últimos 28 anos, impulsionados por compras de fundos no mercado, afirmou Michael McDougall, diretor da Newedge, corretora com sede em Nova York. Os contratos para janeiro encerraram o dia a 23,47 centavos de dólar por libra-peso, na bolsa de Nova York, com aumento de 105 pontos.

Os fundamentos para a commodity não mudaram, segundo McDougall. As poucas chuvas na Índia continuam dando suporte às cotações do produto, uma vez que a produção de cana poderá recuar na próxima safra, que terá início em outubro. No Brasil, o clima chuvoso durante o inverno prejudicou o ritmo de moagem de cana no Centro-Sul do país nesta safra 2009/10.

Na segunda quinzena de julho, a moagem de cana ficou em 35,9 milhões de toneladas no Centro-Sul do país, recuo de 6% sobre o mesmo período do ciclo 2008/09. No acumulado da safra, a moagem totalizou 246,66 milhões de toneladas, com aumento de 14,96% sobre igual período do ano anterior, segundo levantamento realizado pela Unica (União da Indústria da Cana-de-açúcar). O total esmagado nesta safra corresponde a 45% da moagem de cana prevista pela Unica.

Do total processado no acumulado da safra, 42,69% foram direcionados para a produção de açúcar (12,79 milhões de toneladas). As exportações de açúcar em julho ficaram em 2,36 milhões de toneladas, 16,6% superior a julho de 2008.

A produção acumulada de etanol na safra ficou em 10,56 bilhões de litros. Em julho, as usinas comercializaram 2,07 bilhões de litros de álcool, dos quais 1,55 bilhão foi do tipo hidratado. Os embarques ficaram em 403 milhões de litros, recuo de 38,7% sobre julho de 2008.

Das 23 novas unidades previstas para essa safra, 10 já iniciaram os trabalhos. As demais continuam com previsão de inicio de moagem ainda nessa safra.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink