Com embargo russo, exportações de frango dos EUA recuam

Agronegócio

Com embargo russo, exportações de frango dos EUA recuam

Efeito disso é que o crescimento sofreu sensível desaceleração
Por:
742 acessos

Receba Notícias como esta por email

Cadastre-se e receba nossos conteúdos gratuitamente
Obrigado por se cadastrar
  • Enviamos a você um email de boas vindas para ativação de seu cadastro.
Dados do Departamento de Agricultura dos EUA (USDA) apontam que em agosto passado as exportações norte-americanas de carne de frango apresentaram o mais fraco resultado em quatro meses. Os embarques efetuados no mês somaram 277.978 toneladas, recuando 3,22% no mês e 2,65% em 12 meses.

Ainda que não tenha sido a única, a Rússia foi a principal responsável por esse desempenho. Pois embora o embargo russo ao frango norte-americano tenha ocorrido no próprio mês de agosto, seus efeitos foram imediatos. 

O efeito disso é que o crescimento recentemente observado sofreu sensível desaceleração. Nos sete primeiros meses do ano o volume de carne de frango exportada pelos EUA apresentava incremento de 1,31% sobre idêntico período de 2013. Agora, considerados os primeiros dois terços de 2014, a expansão está reduzida a 0,80%, o que significa estabilidade em relação ao ano anterior.

Mais modesto ainda – apenas 0,21% - é o crescimento observado nos doze meses encerrados em agosto de 2014. Corresponde a um adicional de pouco mais de sete mil toneladas em comparação ao acumulado em idêntico período anterior. 
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink