Agronegócio

Com fim do vazio sanitário, produtores começam plantio em Goiás

Por: -Leydiane Alves
779 acessos
O vazio sanitário, período em que os produtores são proibidos por lei de plantar, terminou nesta última segunda-feira (30-09). A partir do início de outubro e com a chegada das chuvas, os produtores, principalmente de grãos, dão início ao plantio para a safra de 2013/14. Apesar do mês já ter começado com chuva, segundo informações do Sistema de Meteorologia e Hidrologia do Estado de Goiás (Simehgo/Sectec), alguns modelos de pesquisa apontam possível veranico para o período entre os dias 15 de outubro e 23 de outubro.


O índice pluviométrico deste mês é de 110,5 milímetros, o segundo menor volume dentro do período chuvoso (outubro a abril). Sendo assim, de acordo com a Sectec, a previsão é de que as chuvas fiquem próximas à normalidade, com possibilidade de pancadas fortes em algumas localidades, portanto o produtor rural deve ficar atento para a tomada de decisão de plantio.


O consultor técnico da Faeg para a área de cereais, fibras e oleaginosas, Cristiano Palavro, conta que a média anual de chuvas para o estado de Goiás fica em torno de 1300 a 1600 mm, estas chuvas são distribuídas, principalmente, entre os meses de outubro e maio de cada ano. “Este volume atende a necessidade das culturas plantadas no estado.”


Ele acrescenta que uma questão preocupante é que, apesar de Goiás ter uma média de chuvas satisfatória, muitas vezes a quantidade fica mal distribuída neste período. “Como foi o caso do ano passado, onde tivemos um veranico no mês de outubro, depois no mês de dezembro e um excesso de chuvas no mês de março.”


Ele explica que para o plantio de verão (soja e milho) os produtores costumam aguardar até acumular-se cerca de 80 a 100 mm, volume que possibilita a emergência das sementes.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink