Mandioca

Com maior oferta, preços da mandioca recuam 3% em uma semana

Após atingirem patamares recordes em termos nominais, as cotações da mandioca recuaram
Por:
164 acessos

Apesar das chuvas dos últimos dias em parte das regiões produtoras de mandioca, os ritmos de colheita e de comercialização de mandioca melhoraram, devido aos preços ainda atrativos, à melhora do rendimento de amido e também à necessidade dos produtores de se capitalizar.

Assim, segundo dados do Cepea, após atingirem patamares recordes em termos nominais, as cotações da mandioca recuaram.

Na semana, o valor médio nominal a prazo para a tonelada posta fecularia foi de R$ 675,03/t (R$ 1,1740 por grama de amido na balança hidrostática de 5 kg), baixa de 3,4% frente à média anterior, mas aumento de 54,4% na comparação com igual período de 2016 – valores atualizados pelo IGP-DI de outubro/17.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink