Começa construção de açudes no Litoral Norte
CME MILHO (DEZ/20) US$ 3,782 (-0,26%)
| Dólar (compra) R$ 5,38 (2,78%)

Imagem: Pixabay

AÇUDES

Começa construção de açudes no Litoral Norte

No município está prevista a confecção de dez açudes
Por:
101 acessos

Famílias de produtores de Torres já começaram a receber em suas propriedades o maquinário para as obras de construção de açudes, por meio do Programa de Apoio e Ampliação da Infraestrutura Rural, da Secretaria Estadual de Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr), que é executado pela Emater/RS-Ascar. Em Torres já foi concluída a obra em uma propriedade e a retroescavadeira hidráulica estava nas terras de Daniel Spindler, na localidade de Jacaré, fazendo a escavação. No município está prevista a confecção de dez açudes. Após, a empresa fará obras em Osório, Cidreira e Caraá no Litoral Norte. Estes municípios compreendem o lote 15, junto com Santa Maria do Herval e Três Coroas.

Spindler comemorou a chegada das máquinas que aguardava há dois anos, desde que a Emater/RS-Ascar encaminhou o projeto. Veio em boa hora, nós passamos muito trabalho com a estiagem até para ter água para a família beber. Foi um ano muito triste, perdemos lavoura e animal com sede. Agora chegou nossa hora, conta entristecido o produtor, que tem como expectativa utilizar a água do açude para irrigar as lavouras de milho e para o gado beber.

O gerente regional da Emater/RS-Ascar em Porto Alegre, Ademir Santin, explica que, além da dessedentação animal, os açudes de Torres estão voltados à irrigação de grãos, e também de lavouras de maracujá, hortaliças e pastagens destinadas à pecuária. Agora estes produtores terão como se organizar e não correm tanto risco, já que terão reservas de água na propriedade, completa.

Além do Litoral e Paranhana, este Programa de Apoio e Ampliação da Infraestrutura Rural, da Seapdr, já beneficiou agricultores e pecuaristas de 13 municípios da região Centro-Sul do Estado, totalizando a entrega de 110 açudes que fazem parte dos lotes 6 e 7.

Pelo Programa de Apoio e Ampliação da Infraestrutura Rural, os agricultores recebem não só o serviço mecanizado, feito com escavadeira hidráulica, mas acesso ao projeto técnico, regularidade ambiental e outorga do uso da água pelo Sistema Unificado de Outorga do Rio Grande do Sul (Siout), tudo de forma gratuita.

A Emater/RS-Ascar, enquanto parceira da Seapdr, elabora os projetos, repassa orientações técnicas de cuidado e manejo e faz o acompanhamento dos serviços, além de emitir laudos de fiscalização e conclusão dos açudes nos municípios envolvidos.

O programa tem como objetivos apoiar a construção de estruturas de reserva de água para a expansão da prática da irrigação entre os agricultores e pecuaristas, almejando estabilidade nas suas produções, frente aos recorrentes quadros de estiagens que ocorrem no Estado. O bom é que assim os agricultores poderão se organizar para os próximos plantios, de forma que não tenham perdas em decorrência do calor intenso e da falta de chuvas, destaca o extensionista da Emater/RS-Ascar, Marcelo Biassusi, que acompanha as obras.
 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink