Começa em Petrolina o Seminário Agrosertão

Agronegócio

Começa em Petrolina o Seminário Agrosertão

Abertura do Seminário Agrosertão foi no auditório do Senai, em Petrolina
Por:
1053 acessos
Insatisfação e um desabafo emocionado cobrando respostas imediatas do governo federal para o grave problema da seca no nordeste brasileiro, marcaram na manhã desta quarta-feira (03), o discurso do presidente da Federação da Agricultura do Estado de Pernambuco - Faepe, Pio Guerra, durante a abertura do Seminário Agrosertão, no auditório do Senai, em Petrolina.

Lembrando o histórico das secas na região e a falta de políticas públicas ao longo dos anos e governos que se sucedem, Pio Guerra lamentou a redução drástica dos rebanhos e do potencial das bacias leiteiras, convocando toda sociedade a se mobilizar. “Trouxemos grandes temas para a discussão e compreensão do atual quadro agropecuário nacional, com ênfase para o nordeste, onde vivemos esta que é, sem dúvidas, uma das maiores secas de todos os tempos”, afirmou indignado o presidente da Faepe.

Após a abertura oficial, o assessor técnico da Comissão Nacional do Meio Ambiente da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil – CNA, João Carlos  Dé Carli  Filho falou sobre o novo Código Florestal, que apresenta, entre outros avanços, o fato de consolidar  o uso das atividades agrossilvipastoris nas áreas de preservação permanente, reservas legais e áreas de uso restrito, que são aquelas de alta inclinação.

 O novo Código Florestal, que entrou em vigor em maio do ano passado, também chamou a atenção do público por garantir, através da Lei 12651/12, os direitos adquiridos perante a Lei para o Uso do Solo e reforçar o cadastro ambiental rural, que quando pronto, vai dar a real situação da área rural brasileira, através de um mapeamento do setor agropecuário. “Com este cadastro, teremos em mãos uma das mais importantes ferramentas para gestão rural do País”, completou Dé Carli.

Durante o Agrosertão, que prossegue até a quinta-feira (04), com a realização da Federação da Agricultura do Estado de Pernambuco – Faepe, apoio do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Pernambuco - Sebrae, Serviço Nacional de Aprendizagem Rural - Senar e Sindicato Rural de Petrolina, serão debatidos ainda temas como as perspectivas para o mercado brasileiro de frutas; linhas de crédito para o Vale do São Francisco; panorama do mercado internacional de frutas;  exigências de qualidade na comercialização de manga e uva e novos cultivos para o Vale do São Francisco.

 Também presente à segunda edição do Agrosertão, o superintendente do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural – Senar, Adriano Moraes aproveitou o evento para apresentar aos produtores rurais da região as ações de capacitação e formação profissional nos segmentos de irrigação e mecanização agrícola. 

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink