Comercialização do algodão segue em ritmo desacelerado no MT
CI
Agronegócio

Comercialização do algodão segue em ritmo desacelerado no MT

No entanto, isso não é motivo de alarde entre produtores que estão otimistas com a situação estável nas vendas
Por:
Enquanto o plantio do algodão safrinha segue acelerado em todo o Estado com produtores aproveitando os últimos dias favoráveis para a germinação das sementes, a comercialização da pluma do produto caminha de forma oposta, em um ritmo bem mais lento. No entanto, isso não é motivo de alarde entre produtores que estão otimistas com a situação estável nas vendas.


O motivo dessa tranquilidade é que, grande parte deles já entrou vendido na safra, ou seja, cerca de 40% da produção já foi negociada anteriormente a preços diferentes, acima do atual valor pago pela arroba do algodão no mercado externo. De acordo com o Instituto Mato-grossense de Economia e Agropecuária (Imea), os preços continuaram estáveis na última semana devido o mercado estar focado na plantação do algodão segunda safra.


O valor da pluma não variou com relação à semana anterior. No município de Alto Garças o preço inicial da arroba foi de R$ 54,90 e fechou cotado a R$ 54,80 na sexta-feira (27). Já em Sorriso o preço na segunda-feira foi de R$ 54 a arroba e terminou a R$ 53,90 na sexta-feira.


Presidente da Associação Mato-grossense dos Produtores de Algodão do Estado (Ampa), Carlos Ernesto  Augustin, explica que os 60% restantes da safra a ser comercializada não deve ser negociados a preços tão ruins.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.