Comércio de aves no país deve ser regionalizado em 2005

Agronegócio

Comércio de aves no país deve ser regionalizado em 2005

Por:
1 acessos

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento implementará medidas para regionalizar o comércio das aves brasileiras em 2005. O objetivo é evitar que a descoberta de alguma doença num estado prejudique as exportações de todo o país.

O gerente do Programa Nacional de Sanidade Avícola do ministério (PNSA), Egon Vieira da Silva, afirma que para atingir o objetivo do programa é preciso que os estados trabalhem individualmente, fiscalizando e coordenando toda a comercialização de cada área, sob a orientação do governo federal. “É um trabalho longo e que depende muito da estruturação do serviço de defesa do país. Não só por parte do governo federal mas, principalmente, dos estados”, pondera Viera da Silva.

Fiscalização - Uma das ações implementadas pelo PNSA será a fiscalização do trânsito de algumas aves. “Isso evitaria que doenças se espalhassem para outros estados, impedindo uma possível queda ou suspensão total das exportações”, explica. Para atingir a meta do projeto, o Ministério da Agricultura investirá R$ 3 milhões em 2005. Os recursos são o dobro da verba destinada ao PNSA em 2004. “É um bom número”, afirma Vieira da Silva.

Outra meta do PNSA para o próximo ano será fiscalizar ainda com mais afinco a criação das aves de subsistência, as populares “galinhas caipiras”. Segundo o gerente do programa, não existe um controle efetivo sobre as formas de criação dessas aves no país, o que torna os produtos menos seguros para o consumo. “O comércio destas aves cresceu sem nenhuma fiscalização. Com isso, corremos o risco de que alguma doença possa se espalhar, contaminando criações ou até mesmo uma pessoa”, diz. Para atingir o objetivo, a prioridade será a conscientização dos produtores. “Com informação, os produtores não cometerão erros e a economia não será afetada”.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink