Comigo constrói esmagadora de soja
CI
Agronegócio

Comigo constrói esmagadora de soja

Por:

A Cooperativa Mista dos Produtores do Sudoeste Goiano (Comigo) está investindo R$ 50 milhões na construção de uma nova unidade esmagadora de soja. Somente neste ano, cinco indústrias anunciaram investimentos de R$ 700 milhões no negócio da soja. Coinbra, Archer Daniels Midland (ADM), Caramuru Óleos Vegetais e Solae (joint-venture entre Bunge e Du Pont) estão construindo novas fábricas, ampliando a capacidade de ampliamento de unidades já existentes, comprando vagões e armazéns. "Ao contrário de outros setores da indústria, que estão encolhendo, nós na agricultura temos que estar preparados para a supersafra que o Brasil deverá colher em 2003/04", diz Antônio Chavaglia, presidente da Comigo.

A nova fábrica será construída em Rio Verde (GO) e terá capacidade de esmagar 2,5 mil toneladas por dia. Com isso, a capacidade total da Comigo salta para 3,5 mil toneladas. "Aumentamos nossa capacidade industrial porque queremos processar 100% da soja que recebemos dos associados", afirma Chavaglia. Neste ano, a cooperatica foi capaz de converter em óleo e farelo apenas 45% das 540 mil toneladas de grãos que recebeu; o restante foi embarcado 'in natura' para o exterior. Com a nova unidade em funcionamento, a Comigo estuda, para o futuro, converter a fábrica velha em uma processadora de óleos especiais, como o de girassol.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.