Comissão aprova realização de audiência pública para debater endividamento agrícola

Agronegócio

Comissão aprova realização de audiência pública para debater endividamento agrícola

Por:
149 acessos

Os parlamentares da Comissão de Agricultura da Câmara dos Deputados aprovaram nesta quarta-feira (5), por unanimidade, o requerimento 426, de 2009, de autoria do deputado federal Luis Carlos Heinze (PP-RS) que propõe a realização de audiência pública para tratar do endividamento do setor rural brasileiro.

Durante a apreciação da proposta, o parlamentar gaúcho contestou as críticas com relação a discussão do tema e ressaltou que o acumulo de dívidas pelos produtores é culpa da falta de uma política agrícola eficiente. “Na década de 90, quando instalamos a CPI do endividamento, as contas da agricultura não passavam de R$ 25 bilhões. De lá para cá, esse montante aumentou cinco vezes, e hoje ultrapassa R$ 130 bilhões. Alguma coisa está errada nesse processo. Por isso queremos discutir novamente o assunto”, ressaltou.

Heinze enfatizou que a situação chegou a esse ponto, não por desleixo ou incapacidade dos produtores rurais, mas pela falta de renda no campo. “As renegociações ocorrem porque o produtor não tem preço, não tem garantias, nem segurança para plantar e colher”, destaca. O deputado acrescenta que a ideia não é fazer um sétima negociação como está se falando, pelo contrário, o objetivo é resolver a mesma conta, um problema que se prolonga por anos e aflige o setor.

Além disso, o parlamentar gaúcho evidenciou que se o Brasil teve um superávit de US$ 200 bilhões no último ano foi graças ao agronegócio. “Não foi automóvel, não foi geladeira, nem a indústria. Foi a agricultura que deu exatos 87% do superávit”, expôs. Ao justificar a proposição, o deputado explica que o último acerto com o governo, no ano passado, não surtiu o efeito esperado no campo. Heinze argumenta que milhares de produtores não conseguiram renegociar suas operações porque sofreram prejuízos com a forte estiagem no Sul e as enchentes no Norte e Nordeste.

A previsão é de que a audiência seja realizada no dia 26 de agosto.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink