Como a Revolução Verde “salvou o mundo”?
CI
Imagem: Pixabay
ESTIMATIVA

Como a Revolução Verde “salvou o mundo”?

O declínio da fertilidade pode ter suas próprias desvantagens
Por: -Leonardo Gottems

Um estudo recente quantifica alguns dos benefícios anteriormente não documentados da Revolução Verde. Os resultados são impressionantes. Por exemplo, as safras de alto rendimento desenvolvidas na Revolução Verde aumentaram a produção em mais de 40% entre 1965 e 2010, aumentando a renda dos agricultores e reduzindo o crescimento populacional. Em 2010, a perda global cumulativa do PIB devido ao adiamento da Revolução Verde por apenas dez anos seria de cerca de US $ 83 trilhões, aproximadamente um ano do PIB mundial de hoje. 

Apesar do aumento massivo do crescimento populacional e da diminuição da quantidade de terras aráveis, a produção de alimentos disparou a partir de meados do século XX. Devemos esse progresso a grandes melhorias na agricultura, especialmente inovações no melhoramento de safras, trabalho que foi liderado pelo agrônomo e fitopatologista chamado Norman Borlaug ,frequentemente chamado “O pai da Revolução Verde” . 

De acordo com o corpo docente em Ciências da Alimentação, Agricultura e Recursos Naturais da Universidade de Minnesota “Norman Borlaug era famoso por seu aprimoramento agrícola internacional com base científica e esforços educacionais durante décadas. O trabalho de seu grupo mexicano liderou "A Revolução Verde". Borlaug e seus colegas, usando seus "milagres trigos mexicanos", dobraram o arco da história. Seus trigos e suas políticas evitaram o que teria sido uma época desastrosa na história da humanidade ... Seus esforços salvaram muitas vidas e evitaram uma grande agitação social e política. Eles trouxeram prosperidade a áreas do mundo até então consideradas desesperadoras”. 

O declínio da fertilidade pode ter suas próprias desvantagens, as eles são certamente positivos neste contexto: um atraso de 10 anos na Revolução Verde teria reduzido o produto interno bruto per capita (em números de 2010) em 17%, enquanto mais 223 milhões de pessoas teriam se juntado à população do mundo em desenvolvimento . " A perda cumulativa do PIB em 45 anos teria sido de US $ 83 trilhões ", escreveram os autores, " correspondendo a cerca de um ano do PIB mundial de hoje ." 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.