Comunidade Albert Sampaio participa de oficina de derivados do leite

Agronegócio

Comunidade Albert Sampaio participa de oficina de derivados do leite

Com o objetivo de aprimorar técnicas de processamento do leite e orientar sobre as boas práticas na fabricação de produtos lácteos
Por:
309 acessos

Com o objetivo de aprimorar técnicas de processamento do leite e orientar sobre as boas práticas na fabricação de produtos lácteos, o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) e a Embrapa Acre promoveram uma oficina de produção artesanal dos derivados do leite, nos dias 15 e 16 de dezembro. A atividade é realizada no Núcleo Móvel de Transferência de Tecnologia da Embrapa (Nutec Móvel), na comunidade Albert Sampaio e contou com apoio do Laticínio Coopel. 

O leite é fonte de proteínas e vitaminas importantes para a saúde humana. Além de fazer parte da alimentação diária, serve de matéria-prima para a fabricação de diversos produtos e como ingrediente de receitas culinárias. A oficina de produção de alimentos acontece como um dos resultados das ações integrantes da programação da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, realizadas no mês de outubro, evento que teve como tema "Ciência Alimentando o Brasil" e executou uma extensa programação com o público estudantil de todo o País.

Segundo a supervisora do Senar em Rio Branco, Márcia Cristina Freire, a população conhece pouco sobre a diversidade de alimentos que podem ser produzidos a partir do leite. "As oficinas proporcionam conhecimento sobre técnicas simples para fabricação de produtos básicos com qualidade nutricional, como iogurte caseiro, doce de leite em barra, doce de leite pastoso, leite condensado, danoninho (petit suisse), queijo frescal e requeijão cremoso. Além disso, enfatizam formas de acondicionamento e armazenamento e aspectos da comercialização", comenta a gestora.

Em sua segunda edição, a oficina de produção de alimentos conta com a participação de pais de alunos da escola estadual de Ensino Fundamental Oscar Felício, localizada no entorno da Embrapa. O primeiro curso, realizado em 2015, foi destinado à elaboração de pratos à base de banana, com aproveitamento integral do fruto. "Com a casca da banana preparamos bife e farofa, com a polpa fizemos brigadeiros, suco e bolos. Esses produtos são novidade e foram aprovados por todos os participantes. Estamos animados com os produtos com o leite", comentou Graciene Malveira, diretora da escola.

O bairro Albert Sampaio, localizado no quilômetro 14 da BR-364, é uma das comunidades situadas no entorno da Embrapa. A escola Oscar Felício é parceira da empresa há vários anos em ações de popularização do conhecimento científico realizadas por meio do Programa Embrapa & Escola. De acordo com a analista Mauricília Silva, a oficina ajuda a fortalecer essa parceria. "Queremos maior aproximação com a comunidade. Por isso, sempre que possível, oferecemos atividades voltadas para a promoção da qualidade de vida dos seus moradores", explica.

Outro foco de evento é a segurança alimentar e geração de novas oportunidades de negócio. Os produtos derivados podem ser feitos em casa, de forma artesanal, e contribuir para melhorar a qualidade nutricional da alimentação das famílias, reduzir gastos com consumo de produtos lácteos ou, ainda, ser comercializados e gerar uma renda extra.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink