Conab confirma quebra da safra brasileira de grãos

Agronegócio

Conab confirma quebra da safra brasileira de grãos

As perdas provocadas pela estiagem ainda não foram totalmente calculadas pelo governo
Por:
5 acessos
Com a produtividade afetada pela forte seca no Sul do país e em parte do Mato Grosso do Sul e da Bahia, a atual safra de grãos encolherá pelo menos 8,5 milhões de toneladas em relação à estimativa anterior de 131,9 milhões de toneladas, feita em dezembro de 2004. Assim, a safra deste ano deve somar 123,4 milhões de toneladas, ou 3,6% acima das 119,15 milhões de toneladas da colheita passada, segundo previsão divulgada ontem pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).


As perdas provocadas pela estiagem ainda não foram totalmente calculadas pelo governo, mas devem ser maiores que a estimativa de 6,5%. Em outubro de 2004, a Conab previa uma elevação entre 9,6 milhões e 11,7 milhões de toneladas na safra. Agora, esse aumento não passará de 4,2 milhões de toneladas. "Houve uma quebra de expectativa de produção, mas não há risco de termos uma safra menor que em 2004", afirmou Jacinto Ferreira, presidente da Conab. "A seca foi mais forte que o previsto, mas as perdas já estão consolidadas".

Atenção: Para comentar esse conteúdo �� necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink