Agronegócio

Conab projeta alta de 1,1% na safra 2006/07

A Conab divulgou hoje a estimativa de produção em até 121 milhões de toneladas
Por: -Redação
25 acessos

A produção nacional de grãos no ciclo 2006/07 deve ficar entre 118,9 e 121,3 milhões de toneladas. Se confirmado o intervalo superior, a safra atual será 1,1% maior que a anterior, que fechou em 119,9 milhões de toneladas. A previsão faz parte do segundo levantamento divulgado nesta quinta-feira (09-11) pela Conab. A pesquisa também mostra crescimento em relação ao primeiro estudo de intenção de plantio, anunciado no mês passado, que apresentou um quadro entre 117,7 e 120,6 milhões de toneladas.

O resultado positivo se deve às boas condições do clima, impulsionadas pelo fenômeno El Niño, que provoca mais chuvas em todo o país, em especial no Centro-Sul, maior região produtora e responsável por cerca de 88% da produção nacional de grãos.

Plantio:

No que se refere à área cultivada, estimada entre 45 e 45,8 milhões de hectares, a pesquisa aponta uma redução de 3,1% no intervalo superior em relação aos 47,3 milhões/ha da safra 2005/2206. O motivo da queda está na descapitalização do produtor e nos baixos preços dos produtos no mercado.

Soja:

A área plantada está estimada entre 20,7 e 21,1 milhões/ha. Partindo-se do intervalo superior, a redução é de 4,9% em relação aos 22,2 milhões/ha da safra anterior. Isso mostra que deixaram de ser plantados 1,1 milhão/ha de soja, que foi substituída pelo algodão, arroz e feijão.

Apesar do encolhimento na área, a produção da oleaginosa poderá chegar a 55,2 milhões/t ou 3,4% a mais que a quantidade alcançada na anterior, que foi de 53,4 milhões/t. A justificativa está no ganho da produtividade por causa das boas condições climáticas.

Milho:

A produção deverá ficar entre 42,9 e 43,5 milhões/t, significando um aumento de 4,5% na comparação do intervalo superior com os 41,7 milhões/t da safra passada. O motivo também está na produtividade, que passou de 3.235 kg/ha para 3.384 kg/ha, embora tenha ocorrido redução na área de 04%, partindo-se dos 12,9 milhões/ha da anterior para os 12,8 milhões/ha do intervalo superior da atual.

Algodão:

O em caroço está com produção estimada entre 3,2 e 3,4 milhões/t. Se a quantidade superior for confirmada, o incremento será de 25,7% em relação à anterior, que fechou em 2,7 milhões/t. Já a produção do em pluma está entre 1,25 e 1,32 milhão/t, ou 28% a mais que os 1,03 milhão/t da passada. A área cultivada desta cultura deve ficar entre 977,6 mil e 1,026 milhão/ha. Acesse aqui para conferir o estudo completo.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink