Confira a situação do milho no Brasil
CI
Imagem: Eliza Maliszewski
MERCADO

Confira a situação do milho no Brasil

No Paraná a pedida do produtor é R$ 90,00 por saca
Por: -Leonardo Gottems

No mercado de milho do Rio Grande do Sul os produtores pedem até R$ 95,00 por saca, de acordo com informações divulgadas pela TF Agroeconômica. “A difícil situação pela qual passa o Rio Grande do Sul, da qual temos comentado aqui diariamente, levou cidades a declarar estado de emergência nesta terça-feira. A cidade Júlio de Castilhos, por exemplo, tomou a medida na última segunda-feira, 13. Em resposta, a defesa civil publicou, em seu site, uma série de conteúdos e informações para prestar suporte à população e aos novos gestores municipais sobre a situação de emergência em função da estiagem no Estado”, comenta. 

Em Santa Catarina as cigarrinhas do milho atacam lavouras no oeste e tem ofertas a R$ 89,00 para janeiro. “Em conversa com correspondentes ligados ao setor de defensivos,  ouvimos  no  dia  de  hoje  relatos  sobre  a ocorrência  de  cigarrinhas.  Segundo  os  mesmos,  as secas impediram que mais aplicações ocorressem nas lavouras  e,  assim,  o  problema  persistiu  mais localizado.  Esperamos  que  a  situação  não  se  agrave como na safra 20/21”, completa a consultoria. 

No Paraná a pedida do produtor é R$ 90,00 por saca. “Em seu boletim no dia de hoje, o Deral/PR indicou que 30%  das  lavouras  paranaenses  já  avançaram  para frutificação, 43% estão em floração e 26% seguem em descanso  vegetativo.  Segundo  o  órgão,  houve  piora nas  condições  das  mesmas,  onde  77%  foram avaliadas  como  boas,  20%  como  médias  e  os  3% restantes com ruins. A área total prevista no estado é de 420 mil hectares”, indica. 

“Por  aqui,  a  opinião  dos  produtores  parece  convergir para um “número mágico”, onde em diversas regiões do estado a intenção de venda era de R$ 90,00. Compradores, reticentes em aceitar preços maiores neste final de ano, ofereceram no máximo R$ 88,00 no oeste, e R$ 85,00 nos Campos Gerais”, conclui. 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.