Confira como anda o milho no Brasil
CI
Imagem: Leonardo Gottems
MERCADO

Confira como anda o milho no Brasil

Santa Catarina foca na colheita e tem mercado tranquilo
Por: -Leonardo Gottems

De acordo com a TF Agroeconômica, mesmo com o início da colheita, o milho paraguaio continua competitivo no mercado do Rio Grande do Sul. “Tudo continua igual no estado há mais de duas semanas: a colheita transformou o mercado de milho - os compradores estão mais retraídos, com a maior disponibilidade e os vendedores, capitalizados, decidem também não vender, à espera de preços melhores”, comenta. 

“A maioria dos compradores ainda oferece R$ 82/82,00 para a compras de lotes. No picado, os preços chegam a R$  85,00,  mesmo  preço  pedido  pelos  vendedores  de lote. Com isto o milho paraguaio continua competitivo. Mas, a maioria dos vendedores está também capitalizado e prefere esperar. Sabem da escassez do produto e da perspectiva de alta do milho no primeiro semestre de 2021, o que torna mais difícil a compra”, completa. 

Santa Catarina tem o dia e a semana tranquilos, com o foco na colheita. “Vendedores  de  milho  com  foco  nos  campos  e,  portanto,  sem  muito  interesse  nos  negócios,  lotes  ainda  sendo oferecidos por R$ 86,00 a saca e compradores ainda permanecendo nos R$82,00 com olhos abertos para outras regiões competitivas. Com  as  chuvas  atrapalhando,  a  primeira  necessidade do  produtor  é  colher,  portanto  não  há  qualquer esforço  genuíno  em  mobilizar  o  mercado, especialmente  no  fim  do  mês  de  janeiro  que  será continuado por um fevereiro muito mais otimista”, indica. 

No Paraná, o mercado travou completamente nos dois últimos dias da semana e os preços permanecem inalterados. “Com a queda nos preços os vendedores se afastaram o mercado.  Depois  de  negociarem  alguns  lotes  a  R$ 80,00, os compradores não oferecem mais do que R$ 76,00  neste  momento,  nos  Campos  Gerais.  Por  este motivo o mercado travou totalmente. Sem indicação nas fábricas dos Campos Gerais. Milho  futuro  também  não  teve  indicações  em Paranaguá para fevereiro/março de 2021”, conclui. 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink