Confira o mercado do milho do Brasil
CI
Imagem: Nadia Borges
ESTIMATIVAS

Confira o mercado do milho do Brasil

Já no Paraná a ausência de lotes causa parada da comercialização
Por: -Leonardo Gottems

No estado do Rio Grande do Sul, existem preocupações com o clima esta semana e o mercado de milho segue estagnado, de acordo com informações da TF Agroeconômica. “A terça-feira foi calma para as negociações de milho no Rio Grande do Sul, e hoje não ouvimos nenhum reporte de negócios. Sabe-se que a comercialização está bem avançada e, entre os relatos de nossos colaboradores, acredita-se que entre 90% a 92% já esteja comercializado. Há preocupações com o clima esta semana, principalmente no que diga respeito à possibilidade de geadas”, comenta. 

Foi vista uma certa dificuldade no ajuste de preços em Santa Catraina, que tem negócios em Concórdia a R$ 94,00. “Com todos os grandes compradores cumpridos em relação aos seus volumes, o estado catarinense demonstra calmaria para o mercado do milho, e nada se viu em relação a negócios. Indicações de R$ 91,00 mais ICMS no CIF oeste, com vendedores intencionando R$ 94,00 mais impostos”, completa. 

Já no Paraná a ausência de lotes causa parada da comercialização. “Com apenas 1% da colheita realizada e  ofertas apenas de  lotes da safra de  verão,  o  produtor  paranaense  parece  não  ter pressa em fazer novos negócios de milho. Os poucos lotes  vistos  hoje  no  mercado,  não  se  encontravam abaixo  de  R$  93,00  –  isso  em  negociações  FOB.  No CIF, de forma geral, já não há quem aceite menos de R$ 95,00 por saca”, indica. 

No Mato Grosso do Sul, a diferença entre compradores e vendedores pode chegar a R$ 6,00 por saca. “Nada de novo em relação à comercialização de milho no  Estado,  que  demonstrou  mais  um  dia  lento.  Em pequenos volumes, lotes foram vistos negociados em Coxim a R$ 84,50, no único reporte que ouvimos no dia. Nas indicações, R$ 85,00 em Dourados e Campo Grande; R$ 84,00 em Maracaju; R$ 83,00 em Sidrolândia e R$ 82,00 em São Gabriel e Chapadão”, conclui. 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.