Confira o preço do milho no Brasil
CI
Imagem: Marcel Oliveira
COTAÇÕES

Confira o preço do milho no Brasil

Em Santa Catarina, o preço volta a subir mais R$ 2,00/saca
Por: -Leonardo Gottems

De acordo com a TF Agroeconômica, no Rio Grande do Sul, o preço do milho atinge R$ 90,00 em Passo Fundo e o milho paraguaio é competitivo. “Os preços do milho no estado voltaram a subir dois reais/saca no Rio Grande do Sul, para R$ 90,00/saca em Passo Fundo, nesta quarta-feira e manteve R$ 88,00 em Ibirubá e R$ 87,00 em Carazinho; também se manteve em R$ 86,00 em Vacaria e Santa Rosa, R$ 85,00 em Cachoeira do Sul e Carazinho e R$ 84,00 em Ijuí, Panambi, Porto Alegre, Montenegro, Erechim”, informa. 

Em Santa Catarina, o preço volta a subir mais R$ 2,00/saca para R$ 88,00/saca nesta quarta-feira. “Os preços do milho mantiveram-se inalterados em R$ 88,00 em Concórdia, Joaçaba e a R$ 85,00 no Alto Vale do Itajaí e em Campos Novos. Em Chapecó continuou a R$ 82,50, um real/saca em Mafra para R$ 79,00/saca. Os preços para o produtor mantiveram-se em R$ 73,00/saca no Alto Vale do Itajaí, Concórdia e Joaçaba, R$ 72,00 em Campos Novos, R$ 72,00 em Pinhalzinho, R$ 69,75 em Xanxerê”, comenta. 

No Paraná, os preços subiram levemente nesta quarta-feira. “Já no mercado de lotes, os preços spot atingiram R$ 80,00/saca em Carambeí e permaneceram a R$ 79,00 Cascavel, Londrina e Maringá e R$ 77,00 em Capanema e em Ponta Grossa e posto fábricas. Para 2021, o preço manteve pelo segundo dia consecutivo R$ 70,00, para entrega em fevereiro e pagamento em março de 2021 nas fábricas da região de Ponta Grossa”, indica. 

No Mato Grosso do Sul, os preços subiram entre 1 e 2 reais/saca nesta quarta-feira. “Regionalmente, os preços se mantiveram em R$ 73,00 em Caarapó, R$ 71,50 em Campo Grande, recuaram um real/saca para R$ 70,30 em Chapadão do Sul, subiram $ 1,50/saca para R$ 73,00 em Dourados, subiram R$ 1,60/saca para R$ 72,30 em Maracajú, manteve-se em R$ 69,50 em São Gabriel do Oeste e subiram R$ 1,00/saca para R$ 71,70 em Sidrolândia”, conclui. 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink