Confira os preços do milho no Brasil
CME MILHO (DEZ/20) US$ 3,782 (-0,26%)
| Dólar (compra) R$ 5,38 (2,78%)

Imagem: Marcel Oliveira

MERCADO

Confira os preços do milho no Brasil

Santa Catarina tem o maior déficit de milho do País
Por: -Leonardo Gottems
522 acessos

No Rio Grande do Sul, o preço do milho permaneceu a R$ 59,00 no porto nesta terça-feira e disputa fortemente com as indústrias no interior. “O preço para exportação no porto gaúcho de Rio Grande manteve a alta do dia anterior a R$ 59,00/saca, entrega e pagamento em março/21, apesar da queda de 0,50% do dólar, o que resultaria no interior algo como R$ 5300 no interior, disputando fortemente com as indústrias de carnes, que não oferecem preços futuros. O estado já tem um déficit de aproximadamente 1,5 milhão de toneladas e os volumes destinados à exportação aumentam esta deficiência, aumentando, por outro lado, a necessidade de compra dos estados do PR e do MS. Mesmo assim, a cona fecha”, comenta. 

Em Santa Catarina, estado com maior déficit de milho no país, os preços atingiram R$ 60,00/saca em várias praças. “Os preços subiram mais 3 reais/saca para R$ 60,00 no Alto Vale do Itajaí, R$ 0,50/saca para R$ 54,50 em Campos Novos, subiram R$ 1,50/saca para R$ 58,00 em Canoinhas e Chapecó, mais 2 reais/saca para R$ 60,00 em Concórdia e Joaçaba e R$ 59,00 em Mafra”, completa. 

No Paraná, os preços subiram R$ 3,00/saca, com preocupação com as chuvas e o clima sobre milho não colhido. “No mercado de balcão os produtores paranaenses recebem entre R$ 43,50 e R$ 51,00/saca, como mostra nossa tabela 1, acima. Continua a disputa entre armazéns de cooperativas e cerealistas para ver quem consegue atrair as entregas de milho do agricultor.  Já no mercado de lotes, os preços subiram 2 reais/saca nesta terça-feira para R$ 52,00 FOB, com alguns negócios pontuais feitos até acima disto”, informa. 

“No Mato Grosso do Sul foram negociadas na semana 30.000 toneladas de milho disponível a R$ 45,00, praticamente tudo para o Rio Grande do Sul. No Mato Grosso Milho 2020/2020  semana  com mercado firme, com compradores ainda precisando cobrir posições. Preços de R$ 40,00/45,00 para setembro 2020, R$ 41,00 a R$ 46,00 outubro e R$ 42,00/47,00 novembro 2020. Mas, como o produtor está retendo as ofertas, a tendência é de os preços subirem ainda mais. Cerca de 87% da safrinha já foi comercializado. Da safra 2021 preços entre R$33,00 e R$ 39,00/saca”, conclui. 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink