Congresso Internacional da Produção Pecuária debaterá sustentabilidade
CI
Agronegócio

Congresso Internacional da Produção Pecuária debaterá sustentabilidade

Questões estarão em pauta nos dias 8 e 9 de abril de 2013
Por:
Como produzir uma carne saudável, nutritiva, saborosa e segura, levando em consideração os problemas climáticos, a sustentabilidade ambiental e econômica, as demandas dos mercados, e ainda manter o Brasil no posto de um dos maiores produtores de carne do mundo? Essas e outras questões estarão em pauta nos dias 8 e 9 de abril de 2013, no Congresso Internacional da Produção Pecuária, que a Associação Baiana de Expositores (ABEXPO) promoverá no Bahia Othon Palace Hotel, em Salvador.  O congresso, que está na terceira edição, e conta também em sua realização com o Governo do Estado da Bahia, Petrobras e Banco do Nordeste, deverá reunir em torno de 800 participantes, entre produtores rurais, técnicos e estudantes.
 
De acordo com o presidente do Congresso, Jaime Fernandes, o evento se propõe a ser um fórum no qual se buscam respostas para o grande desafio de alimentar 7 bilhões de pessoas do planeta Terra, garantindo ao pecuarista a renda e a segurança jurídica para se manter em atividade.
 
O Brasil, segundo Fernandes, além de ser um grande produtor de carnes, tem um diferencial fantástico que é chamado “boi de capim”, criado a pasto, sem o consumo das rações que já causaram grandes problemas em outros países, como a Doença Espongiforme Bovina,  vaca louca.
 
“Nosso desafio é pensar uma pecuária mais competitiva e equilibrada com a sustentabilidade ambiental. Isso passa pelas boas práticas de manejo e recuperação de pastagens, otimizando a relação entre boi e pasto, pelas estratégias de produção de alimento para os animais suportarem a estiagem, pelo investimento em qualidade para atender ao mercado, e muitos outros aspectos”, afirma Fernandes, lembrando que o Congresso Internacional da Produção Pecuária originalmente se chamava Congresso Internacional do Boi de Capim.
 
“Temos uma grande responsabilidade, como produtores rurais pecuaristas,  de produzir alimentos para a população. E muitos fatores, mais gerenciáveis ou menos, como as questões climáticas, a exemplo da seca que atualmente tira o sono do produtor baiano, fazem parte dessa equação”, conclui.
 
Veja a programação completa em: www.producaopecuaria.com.br

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.