Conservação de solo e água é discutida pela Emater no SABC

Agronegócio

Conservação de solo e água é discutida pela Emater no SABC

Emater participou da 21ª edição do Simpósio Ambientalista Brasileiro do Cerrado (SABC), em Goiânia.
Por:
913 acessos

Em busca de discutir preservação de microbacias hidrográficas e conservação do solo e da água, a Agência Goiana de Assistência Técnica, Extensão Rural e Pesquisa Agropecuária (Emater) participou da 21ª edição do Simpósio Ambientalista Brasileiro do Cerrado (SABC), em Goiânia.

Durante evento, o engenheiro florestal da entidade Léo Lince do Carmo Almeida ministrou o minicurso “Microbacia Hidrográfica: conservação de Solo e Água”.  A atividade reuniu aproximadamente 60 pessoas em sala de aula da Área I, da Pontíficia Universidade Católica (PUC). Participaram do curso, estudantes de instituições privadas e públicas, além de representantes de órgãos ambientais federais, estaduais e municipais.

Noções sobre Novo Código Florestal, Cadastro Ambiental Rural (CAR), área de preservação permanente, área consolidada, reserva legal e tecnologias de conservação do Solo e da Água foram repassados aos participantes do curso. Além disto, foram destacados os projetos de recuperação ambiental e produtiva de microbacias hidrográficas realizados por Emater e parceiros.

Educação ambiental

Léo Lince do Carmo Almeida destacou que para fazer um trabalho de preservação ou conservação em determinada propriedade é necessário conhecer as condições do produtor e a atividade em que ele atua para trabalhar em conjunto, respeitando a realidade produtiva.

Outro ponto destacado pelo engenheiro florestal da Emater foi o trabalho de educação ambiental e de recuperação de áreas degradadas que a entidade presta aos produtores, e à sociedade.

Para o estudante de engenharia ambiental da Faculdade Araguaia Matheus Messias de Oliveira, o curso chamou a atenção por discutir questões de ordem profissional como também sobre a importância da conservação das microbacias que atinge tanto o solo quanto a água. Ainda segundo o estudante, a atividade também contribui no repasse de conhecimento das técnicas utilizadas para preservação e conservação.

Parceiros

O engenheiro florestal da Emater acentuou ainda, durante o minicurso, a importância das parceiras na execução de ações. Segundo Léo Lince do Carmo, “sozinho a gente não consegue fazer nada”.

A importância das parcerias também foi destacada pela técnica ambiental do Ministério Público do Estado de Goiás (MP-GO), Adriane Chagas. Para a técnica, a atividade foi interessante e mostrou as modificações que os projetos vêm fazendo nos municípios, a partir dos esforços da Emater, MP-GO, Saneago e prefeitura.

Simpósio

O 21º Simpósio Ambientalista Brasileiro do Cerrado realizado em Goiânia, nos dias 5 e 6 de outubro, teve como objetivo promover discussões sobre a proteção e conservação do bioma Cerrado e o papel do cidadão diante da demandas sociais e ambientais. Rodas de conversa, apresentações culturais, minicursos e a Feira Expocerrado foram algumas das atividades do evento.

Além da Emater, foram parceiros na realização do Simpósio, o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Goiás, a Universidade Federal de Goiás e PUC-GO. A Agência Municipal do Meio Ambiente, Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Recursos Hídricos, Infraestrutura, Cidades e Assuntos Metropolitano, o Ministério Público do Estado de Goiás, dentre outras entidades, também colaboram com o evento.
 

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink