Controle biológico de lagartas tem mais opções de suporte
CI
Imagem: ISCA
BACULOVÍRUS

Controle biológico de lagartas tem mais opções de suporte

Os laboratórios são conduzidos por profissionais altamente qualificados a transferir conhecimentos sobre manejo de pragas
Por: -Leonardo Gottems

A AgBiTech anunciou recentemente, após o sucesso na estreia do primeiro laboratório móvel do Brasil voltado ao manejo de lagartas por baculovírus, que irá comprar mais dois equipamentos do gênero para o controle biológico da praga. “Os três veículos já rodam nas principais regiões produtoras e tendem a triplicar a distância percorrida no período anterior, para 60 mil quilômetros. A inovação produzida pela australo-americana permite levar conhecimento ao campo sobre bioinseticidas e uso racional de inseticidas”, comenta a empresa, através de sua assessoria de imprensa. 

Os laboratórios são conduzidos por profissionais altamente qualificados a transferir conhecimentos sobre manejo de pragas. Fazem parte dessas equipes engenheiros agrônomos com títulos de doutores e pós-doutores. “A proposta é seguir levando informação diferenciada, de alta qualidade técnica, a clientes e parceiros”, ressalta Marcelo Lima, gerente de Pesquisa & Desenvolvimento da empresa australo-americana, hoje líder do mercado brasileiro de baculovírus para soja e algodão. “Nos encontros com produtores e técnicos, nas propriedades, tratamos do posicionamento dos baculovírus de nosso portfólio e orientamos sobre a identificação do complexo de lagartas que atacam as lavouras.” 

Dentro dos laboratórios, viajam também pequenas populações das principais espécies de lagartas encontradas nas lavouras do Brasil e equipamentos de alta qualidade e precisão, para capacitar agricultores e técnicos a identificar corretamente às pragas, além de controlá-las no momento certo. Conforme o gerente de marketing da AgBiTech, engenheiro agrônomo Gustavo Shiomi, até o final desta safra a expectativa é a de atender cerca de 1,2 mil produtores e profissionais, nas regiões da Bahia, de Goiás, do Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Tocantins e também da região Sul do País. 

“O laboratório móvel tem por objetivo entregar uma experiência positiva com o portfólio de baculovírus da AgBiTech, além de fortalecer a percepção do produtor quanto à importância do uso racional de inseticidas de forma geral.” 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink