Coodetec é destaque em híbridos para silagem

Agronegócio

Coodetec é destaque em híbridos para silagem

Os híbridos CD 308, CD 321,CD 356, para silagem de planta inteira e CD 304 para grãos úmidos rendem volume e qualidade de silagem
Por: -Janice
1345 acessos
Embora venha conquistando importantes espaços também no concorrido mercado de híbridos de alta e média tecnologia para a produção de grãos, a Coodetec – Cooperativa Central de Pesquisa Agrícola -, destaca-se pelo amplo portfólio de híbridos especialmente indicados para a silagem de planta inteira e grãos úmidos.

A Cooperativa disponibiliza diferentes híbridos especializados na produção de silagem de alta qualidade nutricional com características ideais para as condições de clima e solo da região brasileira.

“Os híbridos CD 308, CD 321,CD 356, para silagem de planta inteira e CD 304 para grãos úmidos rendem volume e qualidade de silagem”, resume o agrônomo e coodernador de Difusão de Milho para a região Sul e Paraguai, Charles Drummond Ayub, lembrando que as vantagens de uma boa silagem ficaram ainda mais evidentes neste outono-inverno. “Quem se preveniu com silagem de boa qualidade vem mantendo os níveis de produção de leite, preservando a viabilidade de seu negócio”, raciocina.

A cada safra os híbridos coodetec vem ganhando mercado em função dos ótimos resultados atingidos em propriedades brasileiras . “Nossos híbridos tem excelente adaptabilidade e por isso se comportam muito bem. Apresentam, além do alto teor nutritivo, pés graúdos, espigas muito boas e excelentes grãos”, observa o Agrônomo.

Embora a seca e o inverno agora chuvoso tenham provocando perdas, muitos produtores vem mantendo a produção média leiteira em suas propriedades graças à performance das silagem dos híbridos Coodetec .

Ayub resume: o segredo está em buscar silagem de qualidade. “Muita gente acha que é só oferecer volume, encher a barriga da vaca. Acabam fazendo silagem com milho ruim. Isto é errado, porque não leva a lugar nenhum”, observa.

O CD 308 é um híbrido precoce, de alta produtividade para o médio investimento, que apresenta excelente enraizamento. Já o 321, também precoce, para alto investimento, apresenta alta produtividade de grãos e silagem, com excelente visual de espigas e ótimo sistema radicular. O CD 356 é destaque no cerrado brasileiro . Já o CD 304 é um super precoce usado em silagem de grãos úmidos e planta inteira. As informações são da assessoria de imprensa da Coodetec – Cooperativa Central de Pesquisa Agrícola.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink