Agronegócio

Cooperativa de assentados produz 60 mil toneladas de grãos em 2013

Por:
1099 acessos
A Cooperativa Mista Agropecuária do Rio Doce (Coparpa) é um exemplo do que o cooperativismo promove no meio rural brasileiro. Com sede no assentamento Rio Paraíso, no município de Jataí (GO), a entidade reúne 526 famílias assentadas em 14 áreas de reforma agrária em diferentes municípios da região sudoeste de Goiás, chamada de celeiro produtivo do estado. Somadas as safras colhidas nos meses de janeiro e julho deste ano, a produção atingiu 60 mil toneladas de soja e milho, além da produção de, aproximadamente, 600 mil litros de leite ao mês. 

Os diretores da Cooperativa, Gilmar Katzer, Paulo Cézar Gottems e Vilma Cabral Assis, estiveram na sede do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), em Goiânia, na última semana, para apresentar ao superintendente regional, Jorge Tadeu Jatobá Correia, o relatório anual da Coparpa. Os dirigentes informaram que o projeto apresentado por eles ao Programa Terra Forte, do Incra, aguarda análise técnica. Se for aprovado, a cooperativa receberá apoio de cerca de R$ 5 milhões para implantar agroindústria de processamento de milho no assentamento Rio Paraíso. 

De acordo com Gilmar Katzer, com a instalação da agroindústria, seria possível armazenar e secar os grãos no próprio assentamento. "Isso representaria ganho para o produtor que reduziria gastos com transporte e armazenamento do milho, além de poder vender o produto por um preço melhor e faturar com a fabricação de ração, fubá e canjica", falou esperançoso. 

Para o superintendente, parte das conquistas dos agricultores ocorreu porque eles souberam trabalhar coletivamente. Jorge Tadeu informou que haverá nova chamada pública para contratação de empresas de assistência técnica para atuar em Goiás, atingindo os assentamentos da região de abrangência da Cooperativa. 

Apoio 

O Terra Forte é o programa do Incra em parceria com BNDES que visa fomentar agroindustrialização em áreas de reforma agrária. Na primeira fase de seleção de projetos, encerrada em junho, foram apresentados 1.084 pré-projetos, envolvendo mais de 130 mil famílias. Do total, foram selecionados para verificação de viabilidade 139 propostas, entre as quais a de agroindústria de processamento de milho da Coparpa. 
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink