Cooperativismo alemão quer contribuir com governo federal
CI
Agronegócio

Cooperativismo alemão quer contribuir com governo federal

Por: -Admin

A formação de cooperativas não resolve apenas o problema da fome no Brasil, mas também é um instrumento capaz de reduzir as desigualdades sociais no país, que é a maior preocupação do governo Lula, afirmou ontem (29/01) o diretor da Confederação Alemã das Cooperativas no Brasil/DGRV, Ehlert Christiansen, logo após ser recebido em audiência pelo ministro Roberto Rodrigues, da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

Com experiência de quase 140 anos no setor, o sistema cooperativo da Alemanha quer colaborar com o fortalecimento desse modelo no Brasil, contribuindo assim com o desenvolvido econômico e social do país. “Hoje, os cooperados dispõem de um sistema forte e consolidado que goza de uma profissionalização em todos os setores da economia”, disse, referindo-se ao cooperativismo alemão. Segundo ele, as cooperativas de crédito movimentam cerca de 20% da área financeira alemã.

O ministro Rodrigues recebeu um convite do diretor da DGRV para visitar a Alemanha e conhecer de perto o cooperativismo naquele país. O sistema é composto principalmente pelo setor de auditoria, pela área de capacitação e profissionalização, por um fundo garantidor que dá segurança à rede cooperativa de crédito e pelos serviços de consultoria, que garantem competitividade ao cooperativismo alemão.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.