Cosan inaugura usina de açúcar e etanol em Caarapó/MS
CI
Agronegócio

Cosan inaugura usina de açúcar e etanol em Caarapó/MS

A unidade terá produção de 90 milhões de litros de etanol e 185 mil toneladas de açúcar por safra
Por: -Marianna
Com moagem de 2,5 milhões de toneladas de cana de açúcar, a unidade terá produção de 90 milhões de litros de etanol e 185 mil toneladas de açúcar por safra

O Grupo Cosan, um dos maiores produtores mundiais do setor sucroalcooleiro, inaugura hoje em Caarapó (MS) sua mais nova planta de açúcar e etanol, a primeira do grupo no Estado do Mato Grosso do Sul. A cerimônia contará com a presença do governador de Mato Grosso do Sul, André Puccinelli, o prefeito do município de Caarapó, Mateus Palma de Farias, além de outras autoridades. O presidente do Conselho de Administração da Cosan, Rubens O. Silveira Mello, o presidente do Grupo Cosan, Marcos Marinho Lutz e o presidente da Cosan Açúcar e Álcool, Pedro Mizutani também estarão presentes.

A usina contou com investimento de aproximadamente R$ 530 milhões, sendo que cerca de R$ 275 milhões deste montante foram contratados por meio de financiamento com o Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). A capacidade instalada da nova planta permitirá a moagem e processamento de 2,5 milhões de toneladas de cana de açúcar, com produção de 90 milhões de litros de etanol e 185 mil toneladas de açúcar por safra.

A nova planta realizará a cogeração de energia elétrica proveniente do bagaço e da palha da cana, com capacidade atual instalada de 76 MW, o suficiente para abastecer uma cidade de 500 mil habitantes. A unidade de Caarapó possui um contrato bilateral de venda de energia, com a comercialização prevista de 143 mil MWh anuais.

“Com a inauguração de mais esta unidade, a Cosan reafirma o seu compromisso com o desenvolvimento sustentável e a geração de emprego e renda. Esta planta conta com o uso de alta tecnologia, que promove uma melhor integração entre o sistema produtivo e o meio ambiente. Em Caarapó também priorizamos a contratação de mão-de-obra local, contribuindo para a melhoria na geração de renda da região”, diz o presidente da Cosan, Marcos Marinho Lutz.

Com os mais modernos equipamentos e técnicas industriais do mercado, a nova usina será responsável pela geração de aproximadamente 2.100 empregos diretos e indiretos. Desde sua chegada ao município, a Cosan tem contratado e treinado profissionais da região de Caarapó para o trabalho em diferentes áreas da usina, com destaque para o Curso Técnico em Açúcar e Álcool, que conta com cerca de 130 alunos, sendo que 30 alunos já atuam em diversas áreas da empresa. Trata-se do primeiro curso técnico do setor oferecido gratuitamente no Estado.

A unidade promoveu ainda a contratação antecipada de diferentes equipes para a realização de diversos treinamentos, incluindo atividades preparatórias em unidades localizadas no Estado de São Paulo com características semelhantes à planta de Caarapó. Com estas iniciativas, a Cosan prioriza o desenvolvimento humano e a criação de oportunidades por meio de iniciativas que contribuem para a melhoria da realidade regional.


Desenvolvimento sustentável – Em linha com um dos pilares do Grupo Cosan - a responsabilidade ambiental por vocação, a unidade de Caarapó contou com um projeto que segue premissas de desenvolvimento sustentável. A planta conta com três poços artesianos de 700 metros de profundidade para seu consumo de água, que será otimizado por conta da utilização de circuitos fechados de torres de resfriamento e aspersões.

A unidade conta ainda com um software exclusivo de automação que dinamiza ainda mais sua produção, o que evita desperdícios e facilita o processo de tomada de decisões, em linha com as atividades realizadas. Além disto, os resíduos provenientes da produção sucroenergética passam por um processo de gerenciamento para retornarem à área agrícola como fertilizantes do solo, como é o caso da vinhaça, proveniente da destilação do álcool, e da chamada “torta de filtro”, que se origina na filtragem do caldo da cana.

Reunindo condições climáticas e topográficas extremamente favoráveis, a colheita da cana de açúcar que abastecerá a unidade de Caarapó já conta com 80% de mecanização. A localização próxima ao Sul do Brasil facilita o acesso a um importante mercado consumidor, com a utilização do modal ferroviário e o embarque de produto destinado à exportação por meio do Porto de Paranaguá (PR).

A planta conta ainda com diferentes recursos que visam o incremento de sua performance produtiva, como caldeiras de maior eficiência, que permitem o aumento do volume gerado de energia e a comercialização de seu excedente produzido, colaborando para o atendimento à demanda gerada pelos consumidores.

A implementação destas iniciativas em Mato Grosso do Sul reflete a preocupação da companhia em agir de acordo com a sua missão de promover energia cada vez mais limpa e renovável para melhorar a vida das pessoas.

As informações são da assessoria de imprensa da Cosan.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink