Agronegócio

Crédito para a agricultura familiar bate recorde

A safra 2013/2014 abriu batendo recorde no País
Por:
1415 acessos
Os agricultores familiares brasileiros financiaram R$ 6,3 bilhões no período de julho a setembro deste ano pelo Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), o programa de crédito do Governo Federal para impulsionar o setor.

Neste primeiro trimestre, foram fechados 591.805 contratos, sendo 264.884 para custeio e 326.921 para investimento. O valor é quase 33% acima do que foi contratado nos três meses iniciais da safra 2012/2013 e é o maior valor da história do Pronaf para o período.

O ministro Pepe Vargas apontou que "na safra passada, os agricultores familiares ultrapassaram o limite disponível e contrataram mais de R$ 19 bilhões. Neste ano estamos oferecendo R$ 21 bilhões, mas é como a presidenta Dilma anunciou. Se precisar de mais recursos, a União vai garantir. Os números demonstram que o Governo Federal está no caminho certo ao apostar na capacidade da Agricultura Familiar gerar desenvolvimento", completa o ministro.

O destino dos recursos 

Do montante de R$ 6,3 bilhões financiados pelos agricultores, R$ 4,1 bilhões foram destinados à produção agrícola. O valor contratado para custeio foi de R$ 3 bilhões e para operações de investimento os agricultores financiaram R$1,1 bilhão. O valor financiado para a pecuária foi de R$ 2,2 bilhões, sendo R$ 896 milhões para custeio e R$ 1,3 bilhão para investimento.

Para o secretário da Agricultura Familiar do MDA, Valter Bianchini, a elevação dos volumes de operações e do valor financiado pode ser creditada “à grande adimplência dos agricultores familiares, à expectativa de preços elevados para os produtos alimentares que estão sendo plantados agora e à ampliação dos mercados institucionais, como o Programa de Aquisição de Alimentos e o Programa Nacional de Alimentação Escolar”.

Os dados foram fornecidos pela Diretoria de Organização do Sistema Financeiro e Controle de Operações do Crédito Rural (Diorf), Departamento de Regulação, Supervisão e Controle das Operações do Crédito Rural e do Proagro – Derop, do Banco Central, que gerencia o Sistema de Operações do Crédito Rural e do Proagro (SICOR).

Saiba mais 

O custeio se destina ao financiamento das atividades agropecuárias e de beneficiamento ou industrialização e comercialização da produção.

O investimento está ligado ao financiamento da implantação, ampliação ou modernização da infraestrutura de produção e serviços, agropecuários ou não agropecuários, no estabelecimento rural ou em áreas comunitárias rurais próximas.  Algumas linhas do Pronaf de investimento são: Floresta, Mulher, Agroindústria, Semiárido e o Pronaf Jovem.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink