Cresce 78% a destinação de embalagens vazias de agrotóxicos no RS

Agronegócio

Cresce 78% a destinação de embalagens vazias de agrotóxicos no RS

Estado possui 50 unidades de recebimento
Por: -Janice
2226 acessos
Estado é o segundo entre os que obtiveram maior crescimento no volume de embalagens processadas no trimestre

O Rio Grande do Sul registrou um crescimento de 78% na destinação de embalagens vazias de defensivos agrícolas no primeiro trimestre de 2011, alcançando um volume de 982 toneladas. O Estado, que foi responsável por 12% do total destinado no país nesse período, ficou atrás apenas do Mato Grosso. O Rio Grande do Sul possui 50 unidades de recebimento, sendo oito centrais e 42 postos.

Segundo estudo do inpEV, instituto que representa a indústria fabricante de agrotóxicos para a destinação das embalagens vazias de seus produtos, nesse primeiro trimestre do ano, o volume destinado em todo o Brasil foi de 8.092 toneladas, índice 17% maior no comparativo ao ano anterior.
 

As informações são da assessoria de imprensa do inpEV – Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink