Agronegócio

Cresce a demanda por sebo bovino para biocombustível

As indústrias aumentaram a utilização de sebo bovino para reduzir custos
Por: -Cibelle Bouças
1 acessos
A recente alta nos preços da soja fez com que as indústrias de biodiesel aumentassem a utilização de sebo bovino como alternativa para reduzir custos de produção. Granol e Fertibom começaram recentemente a usar a matéria-prima. Outros grupos também estudam a sua adoção, de acordo com Arnoldo Campos, coordenador do Programa de Biodiesel pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário.


"Existe uma corrida das indústrias para reduzir custos e garantir rentabilidade na venda do biodiesel", afirma Campos. Ele observa que, no início do programa do biodiesel, o óleo de soja era vendido a R$ 800 por tonelada e atualmente custa em torno de R$ 1,6 mil.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink